Negócios

Pagamento a acionistas da Ambev neste ano supera valor pago no ano passado

0

O pagamento que será feito a acionistas da Ambev em 2019 deve ser maior do que o valor distribuído no ano passado. A empresa comunicou na última segunda-feira (2) a aprovação do pagamento de juros sobre capital próprio no valor bruto de R$ 0,49 por ação, ou aproximadamente R$ 7,7 bilhões.

No ano passado, o montante total da Ambev aprovado para distribuição foi de R$ 7,54 bilhões, levando em conta o pagamento de R$ 5 bilhões em dividendos e R$ 2,5 bilhões em juros. Em 2017, o valor aprovado foi maior, de R$ 8,48 bilhões.

O ano em que os acionistas da empresa de bebidas mais receberam dividendos e juros sobre capital próprio foi 2014, em termos nominais. Na época em questão, foi aprovada a distribuição de R$ 15,53 bilhões em juros sobre capital próprio, de acordo com o registro da empresa iniciado em 2006.

Veja também: Ambev investirá R$ 600 mi em usinas eólicas para a Budweiser no Brasil

O pagamento aprovado na última segunda será realizado no dia 30 deste mês. Os acionistas com posição em 19 de dezembro terão direito aos recursos.

Troca na gerência da Ambev

O presidente-executivo da Ambev, Bernardo Paiva, anunciou que decidiu renunciar ao seu cargo na cervejaria para buscar projetos pessoais ao final do mês de novembro. Em comunicado, a Ambev declara que oposto será ocupado pelo atual diretor de vendas e marketing, Jean Jereissati Neto, que acumulará a função, a partir de 1 de janeiro de 2020.

Trajetória de Bernardo Paiva na Ambev

Paiva começou na cervejaria em 1991 como gerente-trainee e ficou na empresa durante 28 anos, passando também pelo cargo de presidente-executivo desde 2015.

Já o presidente que assumirá, Jereissati Neto, é administrador formado pela Fundação Getúlio Vargas. O executivo chegou à Ambev em 2000 e já ocupou posições como diretor geral para a América Central e Caribe e diretor geral da Ásia e Pacífico Norte na Anheuser-Busch InBev, que controla a Ambev.

Compartilhe a sua opinião

Juliano Passaro
Juliano Passaro escreve sobre política, economia e negócios para o portal da Suno Research. Antes da Suno, trabalhou no Portal da Band. É formado em jornalismo pela Universidade Presbiteriana Mackenzie.