Internacional

OMC diminui projeção de crescimento do comércio internacional

0

A Organização Mundial do Comércio (OMC) informou nesta terça-feira (1) que cortou a projeção de crescimento do comércio internacional de 2019 e 2020.

De acordo com a OMC, o volume de bens e serviços transacionados neste ano, deverá reportar uma alta de 1,2%. A projeção anual anterior era de um avanço de aproximadamente 2,6%.

Para o ano que vem, a organização internacional prevê uma expansão de 2,7%. Em abril, a projeção era de 3%.

Veja também: Atividade industrial da zona do euro cai a 45,7 em setembro

Segundo com o diretor-geral da OMC e também diplomata brasileiro, Roberto Azevêdo, “as piores perspectivas do comércio internacional são desencorajadoras, porém, já esperadas”.

“Atrás de seus efeitos diretos, os conflitos comerciais elevam as incertezas, o que leva a alguns empresários postergarem investimentos de elevação da produtividade que são essenciais para elevar os padrões de vida”, disse.

De acordo com a nota divulgada nesta terça, a OMC ressalta que diante do menor investimento “a criação de empregos também foi dificultada, a medida que as firmas empregam menor número de trabalhadores para produzir bens e serviços para exportação”.

Confira: Medidas adotadas pelo BCE foram necessárias para combater risco de deflação, diz Visco

O brasileiro defende a resolução das disputas comerciais e a expansão de um sistema multilateral no comércio internacional, “provendo soluções para os desafios do século XXI para a economia global”.

OMC acompanha queda nas projeções da OCDE

Não foi apenas a OMC que reduziu as suas expectativas para o crescimento do comércio e desenvolvimento econômico internacional. A Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) divulgou no dia 19 de setembro as suas perspectivas sobre o crescimento global para 2019 e 2020.

Segundo a organização internacional, as expectativas para o crescimento internacional estão nos menores níveis dos últimos 11 anos.

A OCDE cortou sua projeção para o crescimento da economia mundial em 2019 para de 3,2% para 2,9%. A estimativa de 2020 também foi cortada, de 3,4% para 3,0%.

Saiba mais: Riscos de desaceleração econômica global continuam, diz Campos Neto

“A escalada dos conflitos comerciais está afetado cada vez mais a confiança e os investimentos, aumentando as incertezas das políticas, agravando os riscos nos mercados financeiros e colocando em risco as já fracas perspectivas de crescimento em todo o mundo”, informou a OCDE.

Assim como a OMC, a OCDE ressaltou os baixos crescimentos de 2,9% neste ano e 3,0% em 2020 na economia global. Esses patamares são os mais fracos desde a crise financeira de 2008.

Compartilhe a sua opinião

Jader Lazarini
Jader Lazarini escreve sobre mercado financeiro, política e economia para o portal de notícias da Suno Research. Anteriormente, trabalhou na Unidas. Estuda Relações Internacionais na Universidade Anhembi Morumbi.