Internacional

OMC aponta que comércio mundial permanece em ritmo de queda

0

A Organização Mundial do Comércio (OMC) apresentou nesta segunda-feira (18) suas perspectivas para o comércio internacional no quatro trimestre deste ano. De acordo com a entidade sediada em Genebra, as tensões comerciais que cercam as relações internacionais influenciaram as exportações e importações.

Publicado pela OMC na manhã desta segunda, o cálculo do Barômetro do Comércio de Mercadorias alcançou 96,6 pontos. Em agosto, o indicador tinha alcançado 95,7 pontos, um nível levemente menor. No entanto, permanecendo abaixo de 100 pontos, valor de referência, o índice indica um crescimento abaixo da média.

De acordo com a organização internacional, alguns itens do barômetro se estabilizaram desde agosto, mas outros continuaram em queda.

Saiba mais: OMC autoriza China a impor tarifas alfandegárias contra os EUA

As movimentações de componentes eletrônicos foi o mais sensível às tensões no último trimestre, refletindo a elevação das tarifas. Os índices de encomendas de exportações (97,5), produtos automotivos (99,8) e embarque de contêineres (100,8) expandiram suas operações e melhoraram os resultados. Já as categorias que pioraram seus desempenhos foram:

  • Carga aérea (93)
  • Matérias-primas (91,4)
  • Componentes eletrônicos (88,2)

As informações oficiais confirmam a perda de ritmo do comércio de mercadorias previsto pelo Barômetro do Comércio de Mercadorias no início de 2019.

OMC revisa as estimativas anteriores

Segundo as últimas estatísticas trimestrais do volume de negócios da OMC, o comércio de mercadorias cresceu apenas 0,2% em relação a 2018 e ao segundo trimestre de 2019, em comparação com 3,5% no mesmo trimestre do ano passado.

Em setembro, os economistas da OMC diminuíram suas expectativas de crescimento comercial para este ano para 1,2%. Há sete meses, o crescimento esperado era de 2,6%. Essa desaceleração foi atribuída à queda do crescimento econômico, incerteza relacionada ao Brexit e alteração da posição da política monetária nas economias desenvolvidas.

Além disso, a guerra comercial entre Estados Unidos e China e a elevação de tarifas em setores-chaves do comércio mundial agravaram a situação.

Confira: Confira quais empresas podem ser influenciadas pelo Brexit

A ideia na OMC é que o Barômetro de Comércio de Mercadorias disponibilize informações em “tempo real” sobre a movimentação dos volumes mundiais de comércio de mercadorias em comparação às tendências anteriores. O indicador busca incrementar as estatísticas e previsões comerciais da organização e de outras instituições.

Compartilhe a sua opinião

Jader Lazarini
Jader Lazarini escreve sobre mercado financeiro, política e economia para o portal de notícias da Suno Research. Anteriormente, trabalhou na Unidas. Estuda Relações Internacionais na Universidade Anhembi Morumbi.