Negócios

Neoenergia não descarta novas aquisições em 2020, diz diretor-presidente

0

O diretor-presidente da Neoenergia (NEOE3), Mario José Larrain, afirmou que considera possível que a companhia adquira novos negócios em 2020. A declaração ocorreu nesta segunda-feira (21) em uma teleconferência com investidores.

Para 2019, o diretor-presidente ressaltou que não acredita que uma nova negociação deva ocorrer. De acordo com Larrain, a Neonergia pretende atuar principalmente no setor de distribuição.

“Não quero dizer que não estudaremos oportunidades em eólica e transmissão, mas o que tem mais chance é o mundo da distribuição”, afirmou o executivo.

Para as aquisições futuras, o diretor-presidente afirmou que a companhia buscará “sinergias reais” com os ativos que possuí atualmente, caso uma nova aquisição ocorra. Além disso, Larrain disse que a empresa respeitará sua “política de alocação de capital e a disciplina de capital bastante rigorosa”.

Termopernambuco em leilões

O presidente da Neoenergia, Mario Ruiz-Tagle, afirmou ainda que a companhia pretende inscrever a Termopernambuco, sua usina a gás natural, em leilões do governo.

“Estamos nos preparando para esse leilão de março, para poder dele participar e nele recontratar essa usina”, disse o CEO durante a teleconferência com investidores.

Na última semana, o Ministério de Minas e Energia divulgou como funcionará o leilão, que ocorrerá no dia 31 de março. O objetivo do governo federal é contratar usinas térmicas a gás para substituir os contratos que vencerão ao longo dos próximos anos.

Resultados positivos da Neoenergia

A companhia de energia informou na última sexta-feira (18) que registrou lucro líquido de R$ 599 milhões no terceiro trimestre deste ano. Esse valor é equivalente a alta de 19,7% em comparação de mesmo período no ano passado.

Saiba mais: Neoenergia registra alta de 19,7% em seu lucro líquido no 3T19

A receita líquida ficou em R$ 6,9 bilhões, em comparação com o mesmo período de 2018 se demonstrou praticamente estável. A empresa encerrou o mês de setembro com o investimento total de R$ 1,16 bilhão, alta de 7,3%.

O Ebtida, lucro antes de juros, imposto, depreciação e amortização, cresceu 15% totalizando R$ 1,506 bilhão no terceiro trimestre. A margem bruta da Neoenergia somou R$ 2,295 bilhões, alta de 9,9%.

Compartilhe a sua opinião

Giovanna Almeida
Giovanna Oliveira escreve sobre economia e política para o portal Suno Notícias. Antes, foi repórter do portal de jornalismo da ESPM-SP e produziu conteúdo para a Corinthians TV. É estudante da ESPM.