Mitre estreia na bolsa operando em alta de mais de 9%

Mitre estreia na bolsa operando em alta de mais de 9%
Mitre

A Mitre (MTRE3) opera em alta na Bolsa de Valores de São Paulo nesta quarta-feira (5). A empresa está estreando na B3. A construtora paulista chegou a registrar uma alta de 9,84% no dia, tendo os papéis negociados a R$ 21,20, por volta das 11h35.

Perto das 12h10, os papéis da Mitre apresentavam alta de 8,96%, cotados a R$ 21,06. A oferta inicial de ações (IPO) foi precificada no topo da faixa indicativa na última segunda-feira (3).

IPO da Mitre

A construtura Mitre informou, na última segunda-feira (3), que levantou R$ 1,18 bilhão em sua oferta pública inicial (IPO) de ações. Assim, a empresa confirmou a precificação da ação na máxima da faixa indicativa prevista, de R$ 19,30.

Além de realizar uma oferta primária, a Mitre também informou que ofertaria ao mercado ações secundárias, papéis detidos por Fabrício Mitre e Jorge Mitre, integrantes da família fundadora. Portanto, apenas parte do valor captado na abertura de capital foram o caixa da empresa.

Devido a forte demanda, a construtora abriu ao mercado o lote adicional de 4,2 milhões de ações. Sendo assim, considerando o lote padrão e o suplementar, foram ofertadas 61,4 milhões de papéis.

Veja também: Ex-presidente da Qualicorp diminui participação societária na empresa

O capital levantado será utilizado para a compra de terrenos e no suporte para com os custos de construção e despesas operacionais da Mitre. A oferta foi coordenada pelos bancos:

  • BTG Pactual
  • Bradesco BBI
  • Itaú BBA

A construtora

A Mitre Realty é uma incorporadora e construtora paulistana com quase 60 anos de história. A companhia atua desenvolvendo empreendimentos de médio e alto padrão, situados na Grande São Paulo.

Em seu portfólio, a Mitre conta com mais de 20 empreendimentos, sendo que todos foram entregues antecipadamente, de acordo com o site da empresa. A construtora afirma que seu último projeto finalizado teve 94% das unidades aceitas na primeira vistoria, “o que mostra o comprometimento dos profissionais da empresa em atender as necessidades dos clientes”. “Tais fatores aliados a um ambiente meritocrático e colaborativo atrai e retém talentos do mercado, estimulando o progresso interno e aprimoramento contínuo”, informa a empresa em seu site.

Tags
Juliano Passaro

Compartilhe sua opinião