Mirae troca Vale (VALE3) por WEG (WEGE3) em carteira recomendada

Mirae troca Vale (VALE3) por WEG (WEGE3) em carteira recomendada
Mirae troca duas ações em carteira recomendada semanal

A Mirae Asset informou nesta segunda-feira (5) que fez apenas uma alteração na carteira recomendada semanal de ações do Ibovespa, o principal índice acionário da bolsa de valores de São Paulo (B3). A gestora trocou as ações da Vale (VALE3) pelos papéis da WEG (WEGE3).

lead suno imagem ilustrativa

Receba as principais notícias do mercado diariamente.

Receba Grátis conteúdo exclusivo sobre Poupança, Ações, Economia e muito mais!

Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

lead suno background

Segundo a Mirae, o período continua com grandes incertezas, dado que a retomada da economia mundial ainda passa pelo novo coronavírus (covid-19) e como ele ainda pode afetar o mundo. A expectativa permanece a mesma das semanas anteriores.

“Fatores de influência no mercado financeiro global continuarão sendo a eventual aprovação de um novo programa de estímulo nos EUA e notificações sobre o avanço do covid-19 no mundo. Qualquer informe sobre estes temas terá força para influenciar o mercado financeiro global”, disse, em nota, a gestora.

No Suno One você aprende a fazer seu dinheiro trabalhar para você. Cadastre-se gratuitamente agora!

Além disso, há uma série de indicadores que poderão influenciar os mercados:

  • Na segunda-feira sairá PMI serviços referentes a setembro no Brasil e EUA, sendo que na Zona do Euro além deste
    indicador sairá vendas no varejo de agosto.
  • Na terça-feira sairá produção de veículos no Brasil pela Anfavea, balança comercial de agosto dos EUA e um discurso do presidente do FED.
  • Na quarta-feira sairá IGP-DI por aqui, nos EUA estoques de petróleo e a Ata do Fomc e á noite na China sairá PMI serviço de setembro.
  • Na quinta-feira os destaques ficam com a agenda local, com vendas no varejo de agosto e no dia seguinte o IPCA de setembro.

Mirae opta por WEG

Segundo a Mirae, a troca da Vale pelas ações da WEG ocorre pela oportunidade que a empresa industrial oferece nas próximas semanas.

De acordo com a Mirae, o resultado do 2T20 ficou novamente acima da expectativa, assim, como já vem ocorrendo há alguns trimestres, mas já há melhoras. Além disso, a desvalorização do real é positiva para a empresa.

“A melhora foi decorrente do impacto da variação cambial, sinergias no exterior e melhor eficiência de custos e de dívida por parta da empresa”, disse.

Para Pedro Galdi, analista responsável pela carteira, os resultados devem melhorar a partir do segundo semestre deste ano.

“Continuamos esperando melhora de resultado, principalmente a partir do segundo semestre de 2020, quando esperamos uma melhora ainda mais significativa da economia interna e externa com impacto positivo na carteira de encomendas de produtos de ciclo longo”, disse o analista da Mirae.

Vinicius Pereira

Compartilhe sua opinião