Negócios

Microsoft registra lucro líquido de US$ 10,7 bi no 1º tri fiscal de 2020

0

A Microsoft informou, nesta quarta-feira (23), que registrou um lucro líquido de US$ 10,7 bilhões no primeiro trimestre do ano fiscal de 2020 (período que encerrou em 30 de setembro). O valor representa um aumento de 21% em relação aos mesmo trimestre do ano fiscal de 2019.

Nesta quarta, os papéis da Microsoft fecharam, em alta de 0,64%, cotados a US$ 137,24 na NYSE. No pós-mercado, as ações recuaram 0,07% a US$ 137,06.

A Microsoft registrou uma receita total com elevação de 13,6% no período, chegando ao valor de US$ 33 bilhões, superando a expectativa de US$ 32,1 bilhões de analistas do mercado. No entanto, a receita com a venda de produtos recuou 9% para US$ 15,7 bilhões. Já o faturamento com serviços e outros produtos elevou 46,7% para US$ 17,3 bilhões.

A empresa de tecnologia obteve um aumento de 27% da receita na área de serviços de computação em nuvem, chegando a US$ 10,8 bilhões, com os serviços de “servidores e de computação em nuvem” subindo 30%, muito por conta da plataforma Azure, que teve sua receita subindo 59%.

Já a divisão de produtividade e negócios registrou um aumento de 13% na receita, chegando a US$ 11,1 bilhões.

Outro segmento que cresceu o valor de sua receita foi o de computação pessoal que aumentou 4% em sua receita, chegando a também US$ 11,1 bilhões.

Resultados passados da Microsoft

A companhia de tecnologia norte-americana Microsoft havia obtido lucro líquido de US$ 13,19 bilhões (US$ 1,71 por ação) no quarto trimestre fiscal de 2019, encerrado em 30 de junho.

A alta registrada pela Microsoft foi de 48,6% em relação ao valor de US$ 8,87 bilhões (US$ 1,14 por papel) registrado um ano antes. A receita total da companhia subiu 12%. Assim, passou de US$ 30,1 bi para US$ 33,7 bi.

O setor de serviços cresceu 28,5% e registrou lucro de US$ 16,6 bilhões. O setor de computação também apresentou alta de 39% e atingiu US$ 11 bilhões. Por outro lado, o valor obtido através dos produtos caiu 0,3% para US$ 17,1 bi.

O faturamento da Microsoft no ano fiscal de 2019 atingiu US$ 125,8 bilhões, com alta de 14%. Além disso, o lucro líquido registrado foi de US$ 39,2 bi (US$ 5,06 por ação), com alta de 137%.

Compartilhe a sua opinião

Rafael Lara
Rafael Lara cursa jornalismo na Faculdade Cásper Líbero. Escreve sobre política, economia e negócios para o portal Suno Notícias. Antes, colaborou na TV Gazeta na produção do programa Edição Extra.