SC concede benefício tributário para instalação do Mercado Livre

SC concede benefício tributário para instalação do Mercado Livre
Santa Catarina concedeu regime especial de tributação para que o Mercado Livre instale seu centro de distribuição na região.

A Secretaria da Fazenda de Santa Catarina informou, na última sexta-feira (16), que ofereceu regime especial de tributação para que o gigante de vendas online Mercado Livre (Nasdaq: MELI) instale seu centro de distribuição (CD) em Santa Catarina.

lead suno imagem ilustrativa

Receba as principais notícias do mercado diariamente.

Receba Grátis conteúdo exclusivo sobre Poupança, Ações, Economia e muito mais!

Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

lead suno background

Vale destacar que regimes especiais de tributação podem diminuir a carga tributária  para a companhia. Nesse sentido, é algo que o Mercado Livre pode levar em consideração na hora de decidir onde terá seu centro de distribuição no Sul do Brasil.

As negociações entre o governo de Santa Catarina e a companhia argentina tiveram início no começo de 2020, ao passo que em novembro de 2019 o gigante das vendas online desistiu de instalar seu centro de distribuição em Gravataí, no Rio Grande do Sul.

Suno One: acesse gratuitamente eBooks, Minicursos, Artigos e Video Aulas sobre investimentos com um único cadastro. Clique para saber mais!

A companhia projeta que o centro terá cerca de 60 mil metros quadrados, e que poderá gerar aproximadamente 500 vagas de empregos, inicialmente.

Entretanto, a companhia disse ao jornal ‘Nsctotal’ que “o Mercado Livre continua estudando as possibilidades de localização para seu centro distribuição no Sul, bem como potenciais parceiros para atuar na região. No momento oportuno, em que tiver informação concreta e exata, a companhia fará uma comunicação pública a respeito”.

Mercado Livre abrirá centro de distribuição na Bahia

O Mercado Livre informou em meados de junho que abrirá um novo centro de distribuição na cidade Lauro de Freitas, na Bahia, como parte do plano de investimento de R$ 4 bilhões no Brasil até o fim desse ano. O centro será o terceiro da companhia no país, e faz parte do projeto para aumentar a capacidade logística da companhia.

Além do CD, o a varejista declarou que implementará um programa social voltado para educação que envolverá cerca de 120 jovens da cidade que receberá a unidade de distribuição. A empresa indicou que alguns dos jovens participantes do programa ainda poderão ser contratados ao fim do projeto.

Esse centro de distribuição do Mercado Livre deverá começar a operar com 50 empregados, embora esse número possa chegar até 500. O espaço conta com 35 mil metros quadrados e pretende conseguir atender cerca de 100 mil clientes diariamente.

Laura Moutinho

Compartilhe sua opinião