Magazine Luiza levanta R$ 4,7 bi em oferta de ações, diz agência

Magazine Luiza levanta R$ 4,7 bi em oferta de ações, diz agência
Entrada de loja da Magazine Luiza (foto: divulgação)

O grupo Magazine Luiza levantou R$ 4,7 bilhões após oferta de ações a R$ 43 cada. A agência de notícias “Bloomberg” divulgou a notícia nesta terça-feira (12).

De acordo com a agência, o Magazine Luiza teria incluído uma oferta primária de 100 milhões de ações. Os controladores LTD Administração e Participações e Wagner Garcia Participações também teriam vendido cerca de R$ 400 milhões na oferta.

A companhia declarou que usará os recursos da venda em investimentos destinados à tecnologia e na expansão no ambiente de comércio eletrônico brasileiro.

A venda das ações realizada pelo Magazine Luiza teria seguido injeções de capital parecidas com as utilizadas pelos seus principais concorrentes, como MercadoLibre Inc. e B2W Cia. Digital.

As vendas das ações terão início no dia 14 de novembro. Segundo a “Bloomberg”, os bancos responsáveis pelo negócio são:

  • Banco Itaú BBA;
  • Banco BTG Pactual;
  • Bank of America Merrill Lynch;
  • JP Morgan;
  • BB-Banco de Investimento;
  • Banco Bradesco BBI;
  • Morgan Stanley;
  • Banco Santander Brasil.

O Magazine Luiza não quis comentar à “Bloomberg” sobre a venda de ações.

Black Friday e Magazine Luiza

Um dia antes da Black Friday, quinta-feira (28), o Magazine Luiza (MGLU3) colocará no ar um show ao vivo de duas horas no canal Multishow.

Saiba mais: Magazine Luiza vai realizar show um dia antes da Black Friday

O show terá início às 22h30 e a apresentação de Luciano Hulk. Constará com participações de cantores, humoristas e influenciadores digitais. Além disso, os descontos da Black Friday serão oferecidos aos telespectadores por meio de competições e brincadeiras entre os famosos. O evento televiso da empresa conciliará entretenimento com vendas.

De acordo com o jornal “O Estado de S.Paulo”, um milhão de produtos foram negociados com fornecedores para serem ofertados com descontos de até 80%.

Procurado pelo SUNO Notícias, o Magalu informou que “não falamos sobre expectativa de vendas ou de lucro para a Black Friday “.  A varejista apenas informou que o desembolso é o triplo do que gastou na mesma data do ano passado.

Rafael Lara

Compartilhe sua opinião