Negócios

Magazine Luiza chega a milésima loja e reforça estratégia

0

O Magazine Luiza (MGLU3), na última quinta-feira (22), alcançou 1.000 lojas físicas. Com o lançamento da unidade de Franco da Rocha, em São Paulo, a varejista chegou a 38 novas lojas neste ano.

Em comemoração, o Magazine Luiza distribuirá 15 mil raspadinhas no município, garantindo 10 a 1.000 reais ou prêmios como suporte para celulares, necessaires e canecas.

Nesta semana, o Magalu também inaugura outras quatro unidades no estado do Mato Grosso, além de duas em Goiás, uma em Minas Gerais e outra no Rio Grande do Sul . Em setembro, 49 lojas serão abertas no Pará.

Magazine Luiza integra e-commerce a lojas físicas

“O Magalu vem mostrando que aqueles que acreditavam no fim das lojas físicas estavam errados”, disse Frederico Trajano, CEO da companhia.

“Elas são um pilar fundamental de nossa estratégia digital ao estabelecer um relacionamento pessoal com o cliente e atuar como centros de distribuição remotos, instalados em todo o país. Com as lojas físicas, conseguimos chegar de forma eficiente onde poucas empresas chegam”, afirmou o presidente.

Com o crescimento tanto do volume de lojas físicas, como do e-commerce, a varejista reforça sua estratégia de integração das duas vertentes de negócio, com foco no serviço de Retira Loja, que permite que as compras feitas pelo aplicativo ou pelo site sejam retiradas nos pontos físicos em até dois dias. Esse modelo já representa 40% do total de entregas feitas pela companhia.

Veja também: Enel faz parceria com Magazine Luiza e oferece 50% de desconto em eletrodomésticos

Parte do movimento de integração de todas as plataformas do Magalu desde 2018, as lojas vêm sendo transformadas em shoppable distribution centers, nos quais cerca de 1/3 do espaço é destinado a estocar tanto produtos do Magazine Luiza (o chamado 1P), como itens vendidos pelos 8 mil vendedores que fazem parte do marketplace da empresa. Atualmente, mais de 300 lojas têm esse formato.

Empresa fortalece resultados

No segundo trimestre deste ano, empresa registrou lucro líquido de R$ 386,6 milhões, valor correspondente a uma alta de 174,7%, em comparação com o mesmo período de 2018.

De acordo com a diretoria do Magazine Luiza, o bom desempenho é consequência da estratégia de expansão da companhia. Além disso, a aquisição da Netshoes fortaleceu a base de clientes ativos da companhia.

Confira: Magazine Luiza se destaca como potência entre os Super Apps brasileiros

Segundo o balanço divulgado, pelo 10º trimestre consecutivo, as vendas digitais registraram uma expansão acima de 50% e já corresponde por 41% do faturamento total da empresa. A base de clientes ativos chega a 22,3 milhões – aumento de 53% em 12 meses. Enquanto isso, a plataforma de marketplace cresceu quase 290% no período.

Ontem (22), as ações ordinárias do Magazine Luiza finalizaram o pregão apresentando uma queda de -5,77%, sendo negociadas a R$ 34,43 na Bolsa de Valores de São Paulo. Entretanto, os papéis já apresentam alta de 106,17% nos últimos 12 meses.

Compartilhe a sua opinião

Jader Lazarini
Jader Lazarini escreve sobre mercado financeiro, política e economia para o portal de notícias da Suno Research. Anteriormente, trabalhou na Unidas. Estuda Relações Internacionais na Universidade Anhembi Morumbi.