Política

Lula pode ser solto no próximo dia 27, diz site

0

De acordo com informações do site “O Antagonista”, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pode ser solto no dia 27 de agosto. Neste dia, a Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) irá se reunir para a análise do pedido da defesa do ex-presidente sobre a acusação de ter recebido um imóvel no valor de R$ 12,5 milhões, da Odebrecht.

Segundo o site, os ministros poderiam aproveitar a chance para deferir a liberdade de Lula. O ministro Edson fachin é o relator do caso do ex-presidente.

Defesa de Lula apresenta novo pedido de liberdade ao STF

Na madrugada desta terça-feira (13), a defesa de Lula apresentou um habeas corpus ao STF. A defesa do ex-presidente pede o compartilhamento das conversas entre Sérgio Moro e Deltan Dallagnol, que acabaram culminando na prisão de Lula.

Em entrevista a “Reuters”, Sergio Moro disse que a divulgação das conversas da Lava Jato fazem parte de um “sensacionalismo” para revogar a prisão de Lula.

Transferência para São Paulo cancelada

O Supremo Tribunal Federal (STF) determinou no dia 7 de agosto que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva não fosse transferido para São Paulo. A decisão foi tomada pela maioria do plenário.

Veja também: MPF entra com ação contra indicação de Eduardo Bolsonaro à embaixada 

Com a decisão do STF, Lula permaneceu preso na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba, no Paraná. A decisão da Corte derrubou a determinação da juíza federal, Carolina Lebbos. A titular da 12a Vara Federal de Curitiba havia decidido encaminhar o ex-presidente para o presídio de Tremembé 2 em São Paulo.

A defesa do ex-presidente tinha apresentado um novo habeas corpus para evitar a transferência para São Paulo. O único ministro do STF que votou a favor da transferência foi Marco Aurélio, com o argumento que era de competência do Tribunal Regional Federal da 4a Região e não do Supremo.

Condenação de Lula

O ex-presidente foi condenado por lavagem de dinheiro e corrupção passiva e cumpre pena desde abril de 2018 na sede da Superintendência da Polícia Federal em Curitiba.

Os casos que envolvem o ex-presidente Lula são: “Triplex do Guarujá” e o da “Lava-Jato” (que ainda está em operação).

Compartilhe a sua opinião

Juliano Passaro
Juliano Passaro escreve sobre política, economia e negócios para o portal da Suno Research. Antes da Suno, trabalhou no Portal da Band. É formado em jornalismo pela Universidade Presbiteriana Mackenzie.