Negócios

Lucro da Caixa no 2t19 cresce 13% ante 2018, segundo IFData

0

O sistema IFData, do Banco Central, prevê que a Caixa deve informar o lucro líquido de R$ 3,910 bilhões no segundo trimestre de 2019, na terça-feira (3). Se o valor for confirmado, o avanço será de 12,9% em comparação com o mesmo período de 2018.

Se a base de comparação for a do primeiro trimestre deste ano, a alta da Caixa é de 7,9%. Com isso, nos primeiros seis meses do ano, o lucro chegou a R$ 7,533 bilhões, com um crescimento de 13,2%.

O resultado bruto da intermediação financeira teve crescimento de 16% frente ao mesmo período de 2018, a R$ 10,669 bilhões. A carteira de crédito da Caixa chegou a R$ 685,841 bilhões, com uma baixa de 1,4% em um ano.

As receitas de prestação de serviços e tarifas bancárias avançaram 0,1% a R$ 6,637 bilhões. Entretanto, as despesas de pessoal e administrativas tiveram baixa de 9,1% a R$ 7,505 bilhões. O índice de Basileia do banco alcançou 20,29% no sexto mês do ano, em comparação com o igual período de 2018, onde o registro foi de 19,10%.

O índice de Basileia é um indicador que mede o grau de alavancagem financeira dos bancos.

Caixa devolverá R$ 20 bilhões emprestados pelo governo

A Caixa Econômica Federal, até dezembro, irá devolver metade dos R$ 40 bilhões que recebeu do governo federal nos últimos anos via Instrumentos Híbridos de Capital e Dívida (IHCD), afirma o presidente-executivo do banco, Pedro Guimarães.

Veja também: Caixa Econômica Federal fará leilão de imóveis em setembro 

Segundo o executivo da Caixa, o conselho de administração da instituição estatal aprovou na última quinta-feira (15) a devolução de R$ 7,35 bilhões, o que deve ocorrer nas próximas semanas após as aprovações regulatórias necessárias.

A Caixa já efetuou a devolução de R$ 3 bilhões ao governo este ano. Os próximos pagamentos serão realizados com o uso de lucros acumulados e excedente de capital.

Compartilhe a sua opinião

Juliano Passaro
Juliano Passaro escreve sobre política, economia e negócios para o portal da Suno Research. Antes da Suno, trabalhou no Portal da Band. É formado em jornalismo pela Universidade Presbiteriana Mackenzie.