Negócios

Kroton tem queda no lucro líquido e registra R$ 266,696 milhões no 2T19

0

A Kroton (KROT3) registrou um lucro líquido ajustado de R$ 266,7 milhões, uma baixa de 44,2% em relação ao igual período de 2018. A corporação alega que os resultados foram influenciados, principalmente, pela aquisição da corporação Somos. Além disso, nos últimos anos, a empresa também investiu mais em produção de conteúdo e tecnologia.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização), do segundo trimestre da Kroton, ficou em R$ 624,8 milhões. Um recuo de 4,3% em comparação ao mesmo período do ano passado.

Especialistas estimavam um lucro líquido de R$ 301 milhões entre abril e junho. Além disso, a previsão para o Ebitda era de R$ 733,5 milhões.

Na receita líquida reportada, a Kroton teve uma alta de 14,2% em comparação ao igual período de 2018. A Somos teve grande importância neste avanço, que totalizou R$ 1,7 bilhões.

No trimestre também houve uma recuperação do ticket médio do ensino superior da Kroton, já que a área presencial cresceu 6,7% no quesito e o ensino à distancia (EAD) teve alta de 5%.

A base de alunos no ensino superior das unidades da Kroton diminuiu consideravelmente. No ensino presencial, por exemplo, eram 936,89 mil alunos em junho do ano passado, neste ano, em junho, eram apenas 888,37 mil estudantes.

“Essa variação negativa da base reflete o maior número de formaturas observadas no período em razão das fortes safras de captação verificadas em 2013 e 2014, além da mudança no perfil da base, com a redução no número de alunos Fies (que tradicionalmente, apresentavam menor evasão) e com o aumento dos alunos matriculados na modalidade 100% online de EAD (que possuem maior propensão a evadir)”, comunicou a empresa.

Veja também: Estácio tem lucro de R$ 201,8 milhões no segundo trimestre 

Investimentos da Kroton

Em maio deste ano, a Kroton anunciou um investimento de R$ 240 milhões em expansão em 2019. O vice-presidente de finanças da gigante de educação, Jamil Marques, prevê a abertura de 23 novas unidades ao longo do ano.

A Kroton prevê a inauguração de sete campus em 2020. O foco maior será destinado para cursos de saúde, que têm um ticket médio maior. Graças a essa estratégia, a empresa quer passar das atuais 112 unidades para 183 unidades no próximo ano.

 

Compartilhe a sua opinião

Juliano Passaro
Juliano Passaro escreve sobre política, economia e negócios para o portal da Suno Research. Antes da Suno, trabalhou no Portal da Band. É formado em jornalismo pela Universidade Presbiteriana Mackenzie.