Negócios

Kroton anuncia investimento de R$ 240 milhões em 2019

0

A Kroton (KROT3) anunciou um investimento de R$ 240 milhões em expansão em 2019. O vice-presidente de finanças da gigante de educação, Jamil Marques, prevê a abertura de 23 novas unidades ao longo do ano.

A Kroton prevê a inauguração de sete campi em 2020. O foco maior será destinado para cursos de saúde, que têm um tíquete médio maior. Graças a essa estratégia, a empresa quer passar das atuais 112 unidades para 183 unidades no próximo ano.

O investimento é baseado também nas receitas líquidas obtidas pelas novas unidades abertas a partir de 2017. O retorno ficou 15% acima das projeções iniciais.

Além do investimento em infraestruturas novas, o executivo informou que o investimento em marketing neste ano será maior  comparado com o 2018.

Mensalidades estáveis

O vice-presidente da Kroton explicou que o tíquete médio das mensalidades dos cursos de graduação deverá se manter estável no primeiro semestre de 2019, em comparação com o mesmo período de 2018.

No primeiro trimestre deste ano, o valor médio das mensalidades foi de R$ 897, um valor 5,1% inferior ao do mesmo período do ano passado. Além disso, segundo Marques, o tíquete médio deste ano ficou distorcido. O executivo salientou que ocorreram mudanças no ano passado que jogaram o valor da mensalidade para cima. Uma delas, por exemplo, foi um ajuste na carga horária que levou os alunos a ter mais disciplinas. Por isso a mensalidade ficou maior.

Além disso, no primeiro trimestre do ano passado também houve uma renegociação mais ampla com alunos inativos. Algo que impactou
positivamente os números de 2018.

Kroton em queda no Ibovespa

A Kroton Educacional (KROT3) liderava as perdas do Ibovespa nesta quarta-feira (15). Às 14h19 (horário de Brasília), as ações ordinárias caíam 8,43% a R$ 9,12.

O recuo da cotação das ações da Kroton ocorreu após a divulgação dos resultados do primeiro trimestre de 2019. Entre janeiro e março de 2018, havia disponibilidade líquida pro forma de R$ 2,086 bilhões

Contudo, o montante transformou-se em dívida líquida pro forma nos três primeiros meses deste ano, totalizando -R$ 5,379 bilhões.

A Kroton fundiu-se com a Anhanguera Educacional em 2014. E gere as marcas Anhanguera, Fama, LFG, Pitágoras, Unic, Uniderp, Unime e Unopar.

Em 23 de abril de 2018, a Kroton fechou a compra do controle da Somos Educação, da Tarpon Gestora de Recursos. A Somos Educação, antiga “Abril Educação“, é dona das editoras Ática, Scipione e Saraiva, além do sistema de ensino Anglo e da escola de inglês Red Ballon.

Mais PCLD

A Provisão para Créditos de Liquidação Duvidosa (PCLD) para estudantes do ensino superior subiu nos três primeiros de 2019 na comparação anual. De 12,1% do total de alunos, o que somava R$ 160,5 milhões, o valor subiu a R$ 207,8 milhões, o equivalente a 15,9% dos alunos.

A receita líquida societária subiu de R$ 6,059 bilhões a R$ 7,353 bilhões no mesmo período. Assim, a alta foi de 21,4%.

Contudo, a receita líquida pro forma caiu de R$ 7,417 bilhões a R$ 7,353 bilhões. Uma variação negativa de 0,9%.

Saiba mais – Kroton: justiça cancela ação de despejo de R$ 45 milhões contra empresa

Guidance 2019

O guidance para 2019, ou seja, as expectativas para os resultados deste ano, foram divididos em:

  1. Societário: considera os 80 dias de resultados da Somos, de 11 de outubro (data de fechamento da operação) até 31 de dezembro de 2018.
  2. Pro forma: considerando 12 meses de Somos após convergência das práticas contábeis.

Confira abaixo o lucro líquido, a margem líquida, o Earnings Before Interest, Taxes, Depreciation and Amortization (Ebitda)e a margem Ebitda do guidance para este ano:

  • Lucro líquido ajustado pro forma: R$ 1,348 bilhão, contra R$ 1,183 bilhão no mesmo período do ano anterior. Houve crescimento de 14%.
  • Lucro líquido ajustado societário: R$ 1,348 bilhão, contra R$ 1,477 bilhão no mesmo período do ano anterior: Houve decréscimo de 8,7%.
  • Margem líquida ajustada pro forma: 18,3%, contra 15,9% no mesmo período do ano anterior. Houve crescimento de 2,4 p.p.
  • Margem líquida ajustada societário: 18,3%, contra 24,4% no mesmo período do ano anterior. Houve decréscimo de 6,0 p.p.
  • Ebitda ajustado pro forma: R$ 3,240 bilhões, mesmo valor do mesmo período do ano anterior. Não houve variação.
  • Ebitda ajustado societário: R$ 3,240 bilhões, contra R$ 2,870 bilhões no mesmo período do ano anterior. Houve crescimento de 22,4%.
  • Margem Ebitda ajustada pro forma: 44,1%, contra 43,7% no mesmo período do ano anterior. Houve crescimento de 0,4 p.p.
  • Margem Ebitda ajustada societário: 44,1%, contra 47,4% no mesmo período do ano anterior. Houve decréscimo de 3,3 p.p.

Clique aqui e confira o balanço do primeiro trimestre de 2019 da Kroton na íntegra.

Compartilhe a sua opinião

Carlo Cauti
Editor-chefe da SUNO Notícias. Formado em Ciências Políticas pela universidade LUISS G. Carli de Roma e mestre cum laude em Relações Internacionais, Jornalismo Internacional e de Guerra e em Economia Internacional. No Brasil, teve passagem por veículos de comunicação como O Estado de S.Paulo, G1, Veja e EXAME. Também trabalhou nas agências de notícias italianas ANSA e NOVA.