JBS (JBSS3): subsidiária nos EUA quer construir nova fábrica por US$ 200 milhões

JBS (JBSS3): subsidiária nos EUA quer construir nova fábrica por US$ 200 milhões
Subsidiária da JBS quer construir nova fábrica por US$ 200 milhões

A JBS (JBSS3) USA, anunciou, nesta segunda-feira (10), a pretensão de construir uma nova fábrica de produtos processados à base de carne suína, por meio de sua subsidiária Plumrose USA. A companhia estima investir US$ 200 milhões (cerca de R$ 1,07 bilhão) na planta.

lead suno imagem ilustrativa

Receba as principais notícias do mercado diariamente.

Receba Grátis conteúdo exclusivo sobre Poupança, Ações, Economia e muito mais!

Parabéns! cadastro feitocom sucesso.

lead suno background

Segundo um comunicado da JBS, o objetivo é levantar uma unidade estrategicamente localizada para ter acesso eficaz a matéria-prima, além de aproveitar sinergias com outos ativos existentes. Sua subsidiária já possui seis unidades em todo o território norte-americano.

“A Plumrose USA está posicionada de forma única para atender à crescente demanda do consumidor por carnes ‘italianas’ de excelente sabor e alta qualidade, como salame e presunto”, afirmou Thomas Lopez, presidente da Plumrose USA, em nota.

Suno One: acesse gratuitamente eBooks, Minicursos, Artigos e Video Aulas sobre investimentos com um único cadastro. Clique para saber mais!

A subsidiária existe desde 1935 e foi comprada pela JBS USA em 2017 por US$ 230 milhões. À época, a receita líquida anual da Plumrose era de aproximadamente US$ 500 milhões, e a companhia atuava no segmento de produtos preparados e de alto valor agregado, como bacon, presunto, carnes fatiadas e cortes suínos.


Embora a JBS tenha confirmado, nesta segunda, a intenção da construção na nova fábrica, não apresentou detalhes sobre o financiamento ou local exato da construção.

JBS inicia construção de fábrica no interior de São Paulo

No início de julho, a JBS deu início a construção de uma nova fábrica em Guaiçara, no interior de São Paulo. A unidade será de fertilizantes, setor em que a empresa ainda não possui registro de atividade. O investimento total na obra é de R$ 91 milhões.

A obra abrirá espaço para 450 colaboradores. Entretanto, após a construção da fábrica, apenas 150 novos postos de trabalho serão abertos na companhia. Com a abertura de uma unidade de fertilizantes, a JBS salientou, em seu relatório ao mercado à época, que será a primeira empresa de alimentos do Brasil a utilizar resíduos orgânicos gerados em suas unidades para produzir fertilizantes.

“Atualmente, cerca de 75% dos fertilizantes são importados. Seremos fornecedores de produto para grandes culturas, como soja, milho, café e algodão, assim como em hortícolas e frutíferas”, destacou Susana Martins Carvalho, diretora da unidade de fertilizantes da JBS, em comunicado.

Jader Lazarini

Compartilhe sua opinião