Jair Bolsonaro sanciona prorrogação de incentivos fiscais às montadoras de veículos

Jair Bolsonaro sanciona prorrogação de incentivos fiscais às montadoras de veículos
Jair Bolsonaro (foto: divulgação)

O presidente da República, Jair Bolsonaro, sancionou integralmente, nesta quarta-feira (28), a lei que prorroga os incentivos fiscais para montadoras de veículos ou fabricante de autopeças. Um dos objetivos da lei é ajudar o desenvolvimento das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste dentro do mercado de automóveis. As informações são do jornal “Valor Econômico”.

lead suno imagem ilustrativa

Receba as principais notícias do mercado diariamente.

Receba Grátis conteúdo exclusivo sobre Poupança, Ações, Economia e muito mais!

Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

lead suno background

A medida é uma extensão, e conversão em lei, da Medida Provisória 987/2020. De acordo com informações da Secretaria-Geral da Presidência, o texto sobre os incentivos fiscais deverá aparecer no “Diário Oficial da União” entre esta quarta-feira e quinta-feira (29).

As empresas habilitadas ao regime terão benefícios através do crédito presumido do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), como ressarcimento das contribuições para o Programas de Integração Social e de Formação do Patrimônio do Servidor Público (PIS/Pasep) e da Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins).

Suno One: acesse gratuitamente eBooks, Minicursos, Artigos e Video Aulas sobre investimentos com um único cadastro. Clique para saber mais!

O texto sancionado por Jair Bolsonaro também concebe a viabilidade de prorrogação do aproveitamento dos créditos presumidos do IPI de 31 de dezembro de 2020 para 31 de dezembro de 2025, designados a companhias instaladas nas mesmas regiões.

Ainda segundo a Secretaria-Geral, em respeito à Lei de Responsabilidade Fiscal, o Imposto sobre Operações de Crédito e Câmbio e Seguro ou relativas a Títulos ou Valores Mobiliários (IOF) irá incidir sobre as operações de crédito praticadas com recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste (FCO), no âmbito da lei sancionada há pouco.

Jair Bolsonaro estuda privatização do SUS

Também nesta quarta-feira, o presidente da República, Jair Bolsonaro, assinou um decreto que autoriza o início dos estudos para a concessão de Unidades Básicas de Saúde (UBS) à iniciativa privada. De acordo com a publicação do Diário Oficial da União (DOU), os estudos de privatização do Sistema Único de Saúde (SUS) irão acontecer através do Programa de Parcerias de Investimento (PPI).

Juliano Passaro

Compartilhe sua opinião