Negócios

IPO da Locaweb: saiba tudo sobre a operação que pode movimentar R$ 1 bi

0

A empresa brasileira de hospedagem de sites, serviços de internet e computação em nuvem Locaweb vai realizar seu IPO (abertura de seu capital  na bolsa de valores) no próximo dia 6 de fevereiro.

O IPO da Locaweb vale a pena? Baixe aqui o RELATÓRIO COMPLETO sobre a abertura de capital da empresa

A Oferta Pública Inicial (IPO) da Locaweb na B3 (Bolsa, Brasil, Balcão) pode movimentar aproximadamente R$ 1 bilhão (podendo chegar a R$ 1,27 com os lotes suplementares), dando à empresa um valor de mercado de quase R$ 2 bilhões. O ticker da empresa foi definido em LWSA3.

O IPO será misto, ofertando ações ordinárias em distribuição primária – dinheiro para ser reinvestido no negócio – e secundária – o valor é direcionado para os acionistas. A empresa será cotada no segmento Novo Mercado da B3, que reúne as ações das empresas abertas com os melhores níveis de governança corporativa.

Conheça a Locaweb

Fundada em 1998, a Locaweb foi uma das primeiras empresas brasileiras a operar no setor Business to Business (B2B) na transformação digital de negócios físicos.

A empresa possui uma carteira de 350,5 mil clientes ativos em vários segmentos da economia, especialmente em empresas de pequeno e médio portes.

O IPO da Locaweb vale a pena? Baixe aqui o RELATÓRIO COMPLETO sobre a abertura de capital da empresa

A Locaweb começou com a ideia de Gilberto Mautner e seu primo Claudio Gora de criar um portal para negócios têxteis ainda nos primórdios da internet no Brasil. Com a falta de aderência do público, ambos, juntamente com familiares de Claudio, decidiram utilizar o servidor que haviam comprado nos Estados Unidos para hospedar sites de terceiros.

Com o crescimento do internet no país, a Locaweb tornou-se a principal provedora de hospedagem por diversos anos. Em 2010, o fundo de private equity americano Silver Lake investiu na empresa um valor não revelado. Desde então, estes são os principais acionistas da empresa.

post image

O IPO da empresa de tecnologia tinha sido registrado na Comissão de Valores Mobiliários (CVM) no dia 9 de dezembro de 2019, enquanto o prospecto preliminar foi divulgado em meados de janeiro desse ano.

Saiba mais: Locaweb solicita registro à CVM para abertura de capital

O preço das ações da Locaweb ainda não foi definido, já que é necessário aguardar a conclusão do processo de bookbuilding, no dia 4 de fevereiro. Entretanto, a empresa e os bancos coordenadores da oferta indicaram o preço em um intervalo entre R$ 14,25 à R$17,25.

O IPO prevê também um lock-up por 45 dias após o início da negociação na Bolsa de Valores. Para os investidores qualificados, cujos aportes superam R$ 1 milhão, esse prazo aumenta para 60 dias.

Com seu IPO, a empresa quer utilizar os recurso levantados para ampliar sua participação de mercado em seus dois principais segmentos onde atua:

  • Be Online/Saas, com as marcas:
    • Locaweb
    • Locaweb Corp
    • All iN
    • KingHost
    • Cluster2Go
    • Delivery Diret
  • Commerce:
    • Tray
    • Tray Corp
    • Yapay

Desta forma, a companhia pretende realizar aquisições em empresas que considera estratégicas para complementar as funcionalidades de seus produtos já existentes.

O IPO da Locaweb vale a pena? Baixe aqui o RELATÓRIO COMPLETO sobre a abertura de capital da empresa

O objetivo é aumentar a oferta de produtos e serviços. No prospecto, a empresa disse que enxerga pelo menos 36 concorrentes menores, que faturam entre R$ 10 mi e R$ 100 mi, como possíveis alvos de aquisição. Entretanto, não divulgou nomes.

Segundo a Locaweb, 74% dos recursos adquiridos no IPO serão utilizados para potenciais aquisições de empresas. Os 26% restante quitarão dívidas e aumentarão o capital de giro.

Hoje, de acordo com pesquisa apresentada pela empresa em seu prospecto, a Locaweb é líder de mercado no Brasil.

Ranking Empresa Market Share (BR)
1º Lugar Locaweb 21,6%
2º Lugar HostGator 8,2%
3º Lugar Uol 6,6%
4º Lugar Wix 3,5%
5º Lugar GoDaddy 1,6%

Calendário do IPO da Locaweb

O IPO da Locaweb deve acontecer no dia 6 de fevereiro de 2020. O calendário da oferta é o seguinte:

Registro da solicitação na CVM – 09/12/2019
Disponibilização do prospecto preliminar – 14/01/2020
Início do pedido de reserva de ações – 21/01/2020
Encerramento do processo de precificação (bookbuilding) – 04/02/2020
Início da negociação em bolsa – 06/02/2020
Liquidação das ações – 07/02/2020
Termino do lock-up para Varejo – 20/03/2020
Termino do lock-up para Private (acionistas com mais de R$ 1 mi) – 05/04/2020

Para mais informações sobre o IPO da Locaweb, baixe o relatório gratuito e saiba se vale a pena investir nas ações da empresa

Telegram Suno

Compartilhe a sua opinião

Carlo Cauti
Editor-chefe do SUNO Notícias. Italiano, formado em Ciências Políticas pela universidade LUISS G. Carli de Roma e mestre cum laude em Relações Internacionais, Jornalismo Internacional e de Guerra e em Economia Internacional. Concluiu também um MBA em Finanças na B3. No Brasil, teve passagem por veículos de comunicação como O Estado de S.Paulo, G1, Veja e EXAME. Também trabalhou nas agências de notícias italianas ANSA e NOVA.