Economia

Inflação do mês de maio registra queda e atinge menor patamar desde 2006

0

O Índice Nacional de Preço ao Consumidor Amplo (IPCA), indicador que mede a inflação, registrou uma queda de 0,44 ponto percentual comparado com o mês anterior. Em abril foi registrado uma taxa de 0,57%, por sua vez, maio registrou 0,13%.

A divulgação foi feita nesta sexta-feira (7), pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Os dados revelam que a inflação atingiu o menor patamar para o mês de maio desde 2006, quando atingiu apenas 0,10%.

“O impacto negativo mais intenso sobre o IPCA de maio veio de Alimentação e Bebidas, que havia subido 0,63% em abril. No lado das altas, destacam-se os grupos Habitação, com impacto de 0,15 p.p., e Saúde e cuidados pessoais, com impacto de 0,07 p.p.”, informou o IBGE.

Inflação

O resultado de maio indica o menor resultado mensal do ano durante esses cinco meses.

“Após subirem em abril, os preços dos alimentos com grande peso na cesta básica caíram devido ao aumento da oferta com a colheita do tomate, das frutas e da segunda safra do feijão. Nos Transportes, houve uma queda de 21,82% no preço das passagens aéreas. Já no grupo Saúde e cuidados pessoais a alta de 2,25% nos remédio em abril, devido ao reajuste anual, passou para 0,82% em maio”, disso o analista de IPCA do IBGE, Pedro Kislanov.

Principais resultados

O grupo Alimentação e Bebidas registraram uma queda de 0,56%. Habitação registrou aumento de 0,15%, mas, o grupo Artigos de Residência demonstrou queda de 0,10%. Por sua vez, Vestuário registrou avanço de 0,34% e Transportes de 0,07%.

Saiba mais: Expectativa de inflação dos consumidores tem leve alta em maio, diz FGV

No grupo Habitação, o principal resultado foi o item energia elétrica registrando alta de 2,18%. Já no grupo dos Transportes teve a alta da gasolina em 2,60% e do diesel com elevação de 2,16%.

Deflação

O grupo que demonstrou maior deflação foi Alimentação e Bebidas. O tomate representou recuo de 15,08%, o feijão-carioca teve queda de 13,04%.  Por sua vez as frutas registraram queda de 2,87%.

No grupo dos Transportes o preço do etanol caiu 0,44% e destaque para as passagens aéreas que reduziu em 21,822%.

Saiba Mais: IGP-10: inflação medida pelo índice registra alta de 0,7% em maio

Inflação é o aumento do preço de bens e serviços, e implica na diminuição do poder de compra. Já a deflação é o inverso, demonstra a diminuição do índice de preços no consumidor.

Compartilhe a sua opinião

Poliana Santos
Poliana Santos escreve sobre economia e política para o portal Suno Notícias. Antes, colaborou na Rádio Gazeta AM, onde era responsável pela produção do programa Bom Dia Gazeta. É estudante da Faculdade Cásper Líbero.