Internacional

Inflação anual nos EUA chega a 1,8% em julho

0

A medição do índice de preços ao consumidor dos Estados Unidos (CPI, em inglês) apresentou alta em julho. A esteira de preços elevados para a energia e de bens e serviços foram as principais afetadas.

O CPI subiu 0,3% em julho desse ano em comparação ao último mês de junho. O aumento da inflação permaneceu alinhado ao esperado com os analistas consultados pelo “The Wall Street Journal”, segundo informou o Departamento do Trabalho norte-americano.

Desconsiderando as categorias mais voláteis, que são de alimentos e energia, o chamado núcleo da inflação apresentou uma alta de 0,3% em relação a junho passado, contra 0,2% que era esperado. Foram registrados 2,2% na comparação anual, com um pequeno aumento dos 2,1% registrados em junho.

Meta de inflação para 2019 é de 2%

O Federal Reserve Bank (FED), que possui uma meta de inflação de 2%, acompanha o índice PCE, sigla em inglês que mede os preços dos consumos e gastos pessoais, para a definição da política monetária a ser implementada. O núcleo do PCE subiu 1,6% na comparação anual em junho e permanece abaixo da meta este ano.

O aumento da inflação, entretanto, não mudará as expectativas de que o FED cortará a taxa de juros mais uma vez em meio à pior da Guerra comercial.

Após uma recente guinada na disputa comercial entre EUA e China, que elevou o risco de recessão, os mercados financeiros ficaram atentos e precificam um corte de juros pelo Banco Central estadunidense.

O impacto das tensões comerciais entre as duas maiores potências econômicas do mundo, além das críticas do presidente Donald Trump ao órgão financeiro, levaram o FED a cortar sua taxa de juros básica no mês passado pela primeira vez desde 2008.

Trump volta a criticar Fed e afirma que dólar forte prejudica fabricantes dos EUA

Embora tenha apresentado um leve aumento, o aumento dos preços norte-americanos mantém-se controlados. As tarifas da Casa Branca sobre as importações chinesas, por hora, não influem negativamente sobre a inflação, pois foram aplicadas majoritariamente sobre bens de capital.

Compartilhe a sua opinião

Jader Lazarini
Jader Lazarini escreve sobre mercado financeiro, política e economia para o portal de notícias da Suno Research. Anteriormente, trabalhou na Unidas. Estuda Relações Internacionais na Universidade Anhembi Morumbi.