Índices futuros de NY e bolsas europeias operam em queda

Índices futuros de NY e bolsas europeias operam em queda
Ibovespa tem alta de 0,3%, com autorização da vacina no Reino Unido

Os índices futuros de Nova York operam em baixa nesta segunda-feira (11), assim como abriram as bolsas europeias. Os mercados asiáticos, por sua vez, fecharam sem direção.

Por volta das 8h30, os índices norte-americanos operavam de forma negativa após fecharem a última semana em alta. Dow Jones apresentava uma queda de 0,71%, a 24.111,0 pontos. O S&P 500 futuro caía cerca de 0,77%. Por sua vez, a Nasdaq operava com um recuo de 0,41%, a 9.179,38 pontos.

Garanta acesso gratuito à eBooks, Minicursos, Artigos e Video Aulas com um único cadastro. Clique para saber mais!

Além de atentos aos desdobramentos da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), os investidores estão de olho nas negociações entre China e Estados Unidos acerca da guerra comercial, travada há quase dois anos.

Os negociadores dos países participaram de uma reunião na última sexta-feira (8) por meio de uma teleconferência, conforme foi divulgado na agência de notícias estatal chinesa Xinhua.

De acordo com o ministério chinês do comércio, os dois países se declaram dispostos a “fortalecer a cooperação macroeconômica e na área de saúde pública, com um esforço para criar uma atmosfera e condições favoráveis para a implementação da fase 1 do acordo econômico e comercial entre EUA e China, promovendo resultados positivos”.

Na Europa, os índices também operam em baixa nesta segunda-feira. Por volta das 9h40, o FTSE 100, no Reino Unido, operava em queda de 0,19%, e o CAC 40, na França, caía 1,40%. O FTSE MIB, bolsa italiana, apresentava uma desvalorização de 0,14%.

Já o DAX 30, na Alemanha, país da maior economia da Europa, recuava 0,76%. O Euro Stoxx 50, maior índice acionário da zona do euro, operava com uma baixa de 0,90%.

As bolsas asiáticas, por sua vez, fecharam as negociações sem direção. Na China, o principal índice das ações das bolsas, o SSE Composite, de Xangai, terminou o dia estável com uma leve queda de 0,02%, a 2.894,80 pontos.

A bolsa do Japão, Nikkei 225, de forma contrário, encerrou o pregão com uma alta de 1,05% . A bolsa de Hong Kong registrou 1,53%. Já KOSPI, da bolsa da Coreia do Sul, encerrou o pregão estável, com -0,54%.

O petróleo WTI recuava 3,07%, sendo negociado a US$ 24 o barril. Por sua vez, o petróleo Brent caía 3,04%, a US$ 30,04 o barril. Os preços da commodity sofrem com a baixa demanda ocasionada pelo coronavírus.

A apreensão pelo avanço da pandemia que impacta o planeta mantém os investidores atentos, que procuram investimentos livres de risco ou menos arriscados, como os títulos públicos norte-americanos e o dólar. Neste ano, a moeda estadunidense apresenta forte valorização frente às moedas emergentes, o que se reflete nos índices futuros mundiais.

Jader Lazarini

Compartilhe sua opinião