Economia

Inadimplentes no Brasil chegam a 62,9 milhões em outubro

0

A Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) em parceria com o Serviço de Proteção de Crédito divulgaram nesta terça-feira, 13 de novembro, que o número de inadimplentes chega a 62,98 milhões de pessoas.

Segundo a pesquisa o número de inadimplentes cresceu 4,22% no mês de outubro, segunda maior alta em 12 meses, ficando abaixo apenas de julho, período que este número teve alta de 4,31%.

Entre os motivos para o alto índice está, principalmente, a lenta retomada da economia nacional.

José Cesar da Costa, presidente da CNDL, comentou sobre:

“A retomada do ambiente econômico acontece de forma gradual e ainda demorará para termos um aumento expressivo do número de empregos e renda, fatores que impactam de forma positiva tanto no pagamento de pendências quanto na propensão ao consumo das famílias”.

No recorte por idade do levante, a maior alta de pessoas com dívidas se deu na faixa etária de 30 a 39 anos, sendo que este número chegou a 17,9 milhões, número que representa mais que a metade de brasileiros nesta faixa etária.

Em sequência aparecem 40 a 49 anos, com 14,2 milhões, enquanto a faixa de 50 a 64 milhões completa o pódio, com 13,1 milhões de devedores.

Um dos destaques da pesquisa ficou para o aumento de 7,74% em dívidas bancárias no período, maior elevação em outubro.

Seguido por inadimplentes em relação a contas atrasadas no setor de comunicação, crescimento de 7,56% no mês. Enquanto contas em atraso ligadas aos serviços básicos tiveram acréscimo de 4,46% no período.

Compartilhe a sua opinião

Mateus Vasconcellos
Formado em jornalismo pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, Mateus Vasconcellos escreve sobre o mercado financeiro para o portal de notícias da Suno Research. Antes da Suno, teve passagem pelo Observatório do Terceiro Setor e é vencedor do 7° Prêmio Jovem Jornalista Fernando Pacheco Jordão.