Imposto de Renda: Receita paga o último lote regular de restituição

Imposto de Renda: Receita paga o último lote regular de restituição
Para saber se teve a restituição do Imposto de Renda liberada, o trabalhador deve acessar o site oficial da Receita Federal.

A Receita Federal começa nesta quarta-feira (30) a pagar o 5º e último lote de restituições do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) 2020.

lead suno imagem ilustrativa

Receba as principais notícias do mercado diariamente.

Receba Grátis conteúdo exclusivo sobre Poupança, Ações, Economia e muito mais!

Parabéns! cadastro feitocom sucesso.

lead suno background

A Receita Federal pagará R$ 4,3 bilhões dividido em mais de 4 milhões contribuintes.  Do total, cerca de R$ 226,35 milhões, serão destinados aos idosos entre 60 e 80 anos, contribuintes entre 60 e 79 anos e contribuintes com alguma deficiência física ou mental ou moléstia grave.

  • 7.761 contribuintes: idosos acima de 80 anos
  • 44.982 contribuintes: entre 60 e 79 anos
  • 4.685 contribuintes: com alguma deficiência física ou mental ou doença grave
  • 21.303contribuintes: cuja maior fonte de renda seja o magistério

Suno One: o primeiro passo para alcançar a sua independência financeira. Acesse agora, é gratuito!

Antes, o primeiro lote de restituição era pago no mês de junho, no entanto, neste ano, em razão da pandemia do novo coronavírus (covid-19), foi antecipado para maio. Houve também uma redução do número de lotes de 7 para 5. Desse modo, a conclusão do pagamento das restituições referentes às declarações que não tenham apresentado inconsistências, será no mês de setembro. Portanto, trata-se do último lote.

A partir de agora, a Receita Federal vai liberar lotes residuais de Imposto de Renda, incluindo pessoas que caíram na malha fina ou entregaram suas declarações tardiamente.

Receita Federal: Consulta ao Imposto de Renda

As consultas podem ser feitas no site da Receita Federal. Além do site, é possível acessar o conteúdo pelo aplicativo, disponíveis para tablets e smartphones. Pelos aparelhos ainda é possível consultas a declaração do Imposto de Renda e também a situação do CPF, diretamente dos dados da Receita.

O valor da restituição estará corrigido em uma porcentagem relativa à taxa Selic de maio a setembro de 2019. Para saber se está entre os contribuintes que receberão a restituição ligue para o Receitafone, digitando 146.3

O depósito do valor será feito na conta pela Receita Federal que foi informada na declaração do Imposto de Renda. Caso o contribuinte não receba o dinheiro, terá de ir a qualquer agência do Banco do Brasil.

Como identificar se caiu na malha fina

De acordo com a Receita Federal existem algumas razões que levam as declarações à malha fina. Veja os erros mais comuns:

  • Omissão de rendimentos do titular e seus dependentes;
  • Dedução indevida de despesas com previdência oficial ou privada;
  • Valores incompatíveis de despesas médicas;
  • Informações declaradas divergentes da fonte pagadora (não comprovação do Imposto de Renda retido na fonte da empresa, inclusive ausência de DIRF);
  • Omissão de rendimentos de aluguéis;
  • Pensão alimentícia com indícios de falsidade.

Mas é possível fazer a consulta por conta própria no site da Receita Federal. Basta acessar o extrato do Imposto de Renda no portal e-CAC (Centro Virtual de Atendimento), que aparece na tela inicial em fundo azul.

Poliana Santos

Compartilhe sua opinião