Imposto de Renda: Receita começa a pagar 3º lote de restituição

Imposto de Renda: Receita começa a pagar 3º lote de restituição
Imposto de Renda:

A Receita Federal começa nesta sexta-feira (31) a pagar o 3º lote de restituições do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) 2020.

A Receita Federal pagará R$ 5,7 bilhões dividido em mais de 4 milhões contribuintes.  Trata-se do maior valor para um lote de restituição em todos os tempos. Do total, cerca de R$ 2,05 bilhões, será destinada aos idosos entre 60 e 80 anos, contribuintes entre 60 e 79 anos e contribuintes com alguma deficiência física ou mental ou moléstia grave.

  • 88.420 contribuintes: idosos acima de 80 anos
  • 646.111 contribuintes: entre 60 e 79 anos
  • 47.170 contribuintes: com alguma deficiência física ou mental ou doença grave
  • 346.793 contribuintes: cuja maior fonte de renda seja o magistério

Suno One: o primeiro passo para alcançar a sua independência financeira. Acesse agora, é gratuito!

Antes, o primeiro lote de restituição era pago no mês de junho, no entanto, neste ano, em razão da pandemia do novo coronavírus (covid-19), foi antecipado para maio. Haverá também uma redução do número de lotes de 7 para 5. Desse modo, a conclusão do pagamento das restituições referentes às declarações que não tenham apresentado inconsistências, será no mês de setembro.

Confira calendário de restituições do Imposto de Renda

O secretário da Receita Federal, José Tostes Neto, anunciou em março a decisão de antecipação dos lotes, em uma coletiva de imprensa no Palácio do Planalto. Confira o calendário de restituições do Imposto de Renda em 2020:

  • 1º lote: 29 de maio de 2020
  • 2º lote: 30 de junho de 2020
  • 3º lote: 31 de julho de 2020
  • 4º lote: 31 de agosto de 2020
  • 5º lote: 30 de setembro de 2020

O montante das restituições, segundo a Receita Federal, será de R$ 26 bilhões divididos em cinco lotes.

Receita Federal: Consulta

As consultas podem ser feitas no site da Receita Federal. Além do site, é possível acessar o conteúdo pelo aplicativo, disponíveis para tablets e smartphones. Pelos aparelhos ainda é possível consultas a declaração do Imposto de Renda e também a situação do CPF, diretamente dos dados da Receita.

Saiba mais: Imposto de Renda: confira as novas regras para declarar

O valor da restituição estará corrigido em 4,40% relativo à taxa Selic de maio a setembro de 2019. Para saber se está entre os contribuintes que receberão a restituição ligue para o Receitafone, digitando 146.

O depósito do valor será feito na conta pela Receita Federal que foi informada na declaração do imposto. Caso o contribuinte não receba o dinheiro, terá de ir a qualquer agência do Banco do Brasil.

Poliana Santos

Compartilhe sua opinião