Mercado

Ibovespa inicia a semana em baixa de 0,98% e vai a 94.412 pontos

0

O Ibovespa encerrou a sessão desta segunda-feira (11) em queda de 0,98 %, com 94.412,91 pontos.

Durante o dia, o Ibovespa iniciou o pregão registrando uma máxima de 95.498,93 pontos. Por volta das 13 horas, o índice caiu e obteve mínima de 93.736,67 pontos.

Nas últimas semanas, o mercado alimentava a esperança de ultrapassar a marca dos cem mil pontos. No entanto, a notícia do adiamento da reforma da Previdência abaixou o nível de otimismo dos investidores. De acordo com o previsões do presidente da Câmara dos deputados, Rodrigo Maia, a reforma pode ser votada até julho.

Saiba mais: Dólar fecha com alta; China e EUA retomam negociações comerciais

Vale

O Ministério das Minas e Energia (MME) abriu um processo administrativo para levantar informações sobre o rompimento da barragem da Vale (VALE3). A determinação foi publicada nesta segunda-feira (11), no Diário Oficial da União.

Saiba mais: Governo abre processo para investigar rompimento da barragem da Vale

De acordo com o texto, o processo tem como objetivo “coletar todas as informações, dados, documentos, manifestações e decisões” no âmbito da Secretaria de Geologia e Mineração, referentes ao rompimento da barragem da Vale, em 25 de janeiro, em Brumadinho (MG).

Cotação de ferro

Na China, os efeitos do desastre de Brumadinho estão sendo sentidos nos valores da cotação de ferro. De acordo com analistas, a interrupção da produção da Vale teria afetado os preços. A mineradora é a maior exportadora de minério de ferro do mundo.

Saiba mais: Cotação do minério de ferro sobe na China após desastre de Brumadinho

As cotações de futures do minério de ferro com entrega em maio subiram nesta segunda-feira na Bolsa de Valores de Dalian. As contratações atingiram  recorde de 652 iuanes (US$ 96,26) por tonelada. Além disso, as cotações de vergalhão de aço tiveram elevação de 4% na Bolsa de Futuros de Xangai. Os preços fecharam com um aumento de 2,4%, a 3.825 iuanes por tonelada (cerca de US$ 564).

Guerra Comercial

A China e os Estados Unidos retomaram as negociações para o fim da guerra comercial. As tratativas serão realizadas em reuniões de grupos de trabalho entre segunda (11) e quarta-feira (13).

Saiba mais: China e Estados Unidos retomam negociações comerciais nesta segunda

O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, Hua Chunying, disse que não só o país asiático espera resultados positivos, mais todo o mundo deseja o fim da guerra comercial.

Ambos os lados buscam um acordo comercial antes de março, prazo em que as tarifas dos EUA sobre as importações chinesas subirão de 10% para 25%.

Bolsas internacionais

  • Nasdaq (Estados Unidos): alta de 0,06%
  • FTSE 100 (Reino Unido): alta de 0,82%;
  • Nikkei (Japão): queda de 2,01%;
  • CAC40 (França): alta de 1,07%.

Ações em destaque

  • PETR4: queda de 1,15% (R$ 24,8)
  • VALE3: queda de 2,64% (R$ 42,02)
  • ITUB4: queda de 1,13% (R$ 36,89)
  • BBDC4: queda de 0,58% (R$ 44,41)

Maiores altas do Ibovespa

  • CIEL3: alta de 4,34% (R$ 11,06)
  • BRKM5: alta de 3,63% (R$ 53,97)
  • GOLL4.SA: alta de 2,92% (R$ 27,82)
  • ABEV3.SA: alta de 2,69% (R$ 18,71)

Maiores quedas do Ibovespa

  • SBSP3: queda de 9,34% (R$ 38,25)
  • MRFG3.SA: queda de 3,71% (R$ 5,71)
  • BRAP4.SA: queda de 3,39% (R$ 26,20)
  • BBAS3.SA: queda de 2,96% (R$ 50,20)

Compartilhe a sua opinião

Renan Dantas
Escreve sobre política e mercado financeiro para o portal Suno Notícias. Antes, atuou na assessoria de comunicação do Ministério Público do Trabalho e na Rádio Mackenzie, onde apresentava e produzia um programa sobre artistas da música brasileira. É estudante na Universidade Presbiteriana Mackenzie.