Mercado

Ibovespa abre em nova queda de olho na reforma da Previdência

0

O Ibovespa abre esta quinta-feira (3) com nova queda, atento à aprovação da reforma da Previdência, previsões da Vale para 2019 e confronto entre UE e EUA.

Por volta das 10h35, o Ibovespa registrava variação negativa de -0,19% alcançando 100.841,99 pontos. O mercado segue atento à correção que deve ser realizada nesta quinta. Na última quarta, a Operação Lava Jato impactou fortemente os resultados dos bancos na B3.

Além disso, segue no radar dos investidores os números esperados pela direção da Vale nos próximos três anos e a atuação da OMC na discussão entre União Europeia e os Estados Unidos.

Reforma previdenciária

A reforma da Previdência foi aprovada pelo plenário do Senado em primeiro turno na noite da última terça-feira (1).

No entanto, a votação definitiva deverá ocorrer apenas na segunda quinzena do mês.

Davi Alcolumbre, o presidente do Senado, previa uma votação até o dia 10. Entretanto, desacordos entre parlamentares e governadores sobre a partilha do excedente da cessão onerosa de petróleo pode acabar adiando a votação.

O governo já demonstrou uma preocupação com o trâmite da reforma, considerada fundamental para a sustentabilidade das contas públicas federais. O ministro da Economia, Paulo Guedes, também está preocupado com a redução do impacto fiscal da reforma da Previdência.

O temor do ministro foi motivada pela alteração no texto da reforma da Previdência que reduz a economia da medida em R$ 76,4 bilhões.

Previsão da Vale

Na última quarta-feira (3), a mineradora Vale (VALE3; VALE4) atualizou as projeções sobre os resultados para este ano. Dentro dessa divulgação, está presente os dados sobre os efeitos da tragédia de Brumadinho.

Veja também: Venda de ativos não essenciais da Oi pode render até R$ 8 bilhões, diz diretor

A mineradora também reviu suas projeções sobre os resultados operacionais previstos para 2019. O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) deverá estar entre US$ 10,8 bilhões e US$ 12,9 bilhões.

Esse valor não contabiliza os US$ 6 bilhões já provisionados pela Vale para Brumadinho. O resultado do terceiro trimestre da mineradora será divulgado no dia 24 de outubro. Em 2018, a empresa obteve um Ebitda ajustado de US$ 16,5 bilhões, superior ao resultado de US$ 15,3 bilhões de 2017.

União Europeia contra Estados Unidos

A Organização Mundial de Comércio (OMC) autorizou os EUA, na última quarta-feira (2), a imporem tarifas alfandegárias de R$ 7,5 bilhões sobre produtos europeus. A entidade regulatória considerou como ilegal os subsídios concedidos pela União Europeia (UE) à empresa aeronáutica Airbus.

A Comissão Europeia, em resposta, disse que a imposição de tarifas infligiria danos a empresas e pessoas de ambos os continentes. Além disso, informou que se os EUA taxarem, a UE deverá “fazer o mesmo”.

“Mas se os EUA decidirem impor contramedidas autorizadas pela OMC levarão a UE a uma situação em que não teremos outra opção a não ser fazer o mesmo”, salientou a Comissão.

Última cotação do Ibovespa

Na última sessão, quarta-feira, o Ibovespa encerrou em queda de -2,90% a 101.031,44 pontos.

Compartilhe a sua opinião

Jader Lazarini
Jader Lazarini escreve sobre mercado financeiro, política e economia para o portal de notícias da Suno Research. Anteriormente, trabalhou na Unidas. Estuda Relações Internacionais na Universidade Anhembi Morumbi.