Mercado

Ibovespa abre a semana de olho na previsão do Focus e guerra comercial

0

O Ibovespa, nesta segunda-feira (7), abriu a semana em queda, atento à previsão estável do Boletim Focus, negociações na guerra comercial e informações sobre a JBS.

Por volta das 10h20, o Ibovespa apresentava uma variação negativa de -0,48 alcançando 102.062,83 pontos. O mercado está refletindo a manutenção da previsão do crescimento da economia brasileira pelos economistas ouvidos pelo BC para o Boletim Focus.

Além disso, segue no radar dos investidores, os novos capítulos da disputa comercial entre EUA e China e a quitação de dívidas pela JBS, além do IPO da Vivara.

Previsão estável

Os economistas entrevistados pelo Banco Central (BC) no Boletim Focus mantiveram a previsão de meta da taxa básica de juros (Selic). A taxa de juros esperada ao final de 2019 é de 4,75%.

Além disso, os especialistas ouvidos também reduziram as previsões para a inflação em 2019. A expectativa para o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) passou de 3,43% para 3,42%.

Colaboradores das 100 principais instituições financeiras do mercado brasileiro mantiveram a previsão de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) em 2019. Segundo o Boletim divulgado nesta segunda-feira (7), a economia brasileira deverá crescer 0,87% esse ano.

Para 2021 e 2022, as previsões do PIB foram mantidas em 2,50%.

Disputa comercial

De acordo com a Bloomberg News no último domingo (6), as autoridades chinesas reduziram alguns termos que estão propensos a serem discutidos nas próximas negociações comerciais com os EUA.

Veja também: Encomendas da indústria da Alemanha caem o dobro do previsto

Liu He, chefe da delegação comercial chinesa, afirmou recentemente que a China não se comprometerá com a reforma de políticas industriais ou subsídios do governo – duas das principais queixas de Donald Trump.

Novas negociações estão marcadas para Washington nesta semana.

JBS quita suas pendências

A JBS (JBSS3) quitou todas suas dívidas com bancos públicos, de acordo com informações divulgadas no último domingo (6) pela coluna Broadcast, do jornal “O Estado de S. Paulo”. O montante total chega a quase R$ 5 bilhões.

Veja também: HSBC pode demitir até 10 mil funcionários em plano de reestruturação

Os pagamentos que poderiam ser feitos até 2021 com o Banco do Brasil e instituições privadas foram antecipados pela JBS. O valor era de R$ 1,5 bilhão. A empresa também quitou R$ 1,82 bilhão que havia tomado junto à Caixa Econômica Federal.

Oferta de ações da Vivara

Os investidores brasileiros devem ter uma participação significante de 90% na oferta inicial de ações (IPO) da Vivara. A ação será precificada na terça-feira (8). A informação é da coluna “Broadcast”, do jornal “O Estado de S. Paulo”.

Veja também: Ofertas de ações podem atingir até R$ 20 bi em outubro

Os bancos coordenadores da operação da Vivara buscam colocar o preço no maior extremo da faixa indicativa, entre R$ 21,17 e R$ 25,40.

Última cotação do Ibovespa

Na última sessão, sexta-feira (4), o Ibovespa encerrou a semana com uma alta de 1,02%, atingindo 102.551,32 pontos.

Compartilhe a sua opinião

Jader Lazarini
Jader Lazarini escreve sobre mercado financeiro, política e economia para o portal de notícias da Suno Research. Anteriormente, trabalhou na Unidas. Estuda Relações Internacionais na Universidade Anhembi Morumbi.