Ibovespa opera em queda com tensões geopolíticas no radar

Ibovespa opera em queda com tensões geopolíticas no radar
O Ibovespa iniciou essa quinta-feira (6) em leve alta com as assuntos nacionais no radar.

O Ibovespa opera em queda nesta terça-feira (7) com as tensões geopolíticas, Petrobras e Caixa Seguridade no radar dos investidores.

Por volta das 10h40, o Ibovespa variava negativamente a 0,34% alcançando 116477,95 pontos. O mercado está atento ao desdobramento da escalada de tensão entre os Estados Unidos e o Irã.

Além disso, segue no radar as notícias do cenário corporativo como a proposta pelas refinarias da Petrobras e o IPO da Caixa seguridade.

EUA x Irã

As tensões entre Estados Unidos e Irã continuam abalando os mercados internacionais. Na última segunda-feira (6), o secretário de Defesa americano, Mark Esper, contrariou o presidente Donald Trump e negou que os norte-americanos atacariam alvos do patrimônio histórico iraniano, em caso de retaliação pela morte do general Qassem Soleimani.

Veja Também: Agenda do Dia: MRV; Petrobras; Azul; Caixa Seguridade

A diplomacia brasileira também será testada em meio às tensões. O Itamaraty confirmou que uma representante brasileira foi convocada em Teerã, mas não disse a que se referiu a conversa na capital iraniana.

Logo após a morte de Soleimani, o Brasil divulgou comunicado apoiando os EUA e a “luta contra o flagelo do terrorismo”.

Petrobras aguarda proposta para as refinarias

Segundo o presidente da Petrobras (PETR4), Roberto Castello Branco, a companhia espera receber nos próximos dias ofertas não vinculantes para mais três das oito refinarias que estão sendo vendidas.

Depois ter recebido propostas não vinculantes por cinco das oito unidades, a Petrobras deverá receber ofertas pelas refinarias:

  • Isaac Sabbá (Reman), no Amazonas
  • Lubrificantes e Derivados de Petróleo do Nordeste (Lubnor), no Ceará
  • Unidade de Industrialização do Xisto (Six), no Paraná

Confira Também: Não recebi pedido para baixar preço dos combustíveis, diz Castello Branco

“Estaremos recebendo propostas não vinculantes nos próximos dias e vamos fixar um prazo para recebimento das propostas vinculantes”, disse Roberto Castello Branco a jornalistas na última segunda-feira (6), após participar de uma reunião no Ministério de Minas e Energia, acerca de maneiras de evitar que o País fique exposto a alta no preço global do petróleo.

IPO da Caixa Seguridade

A Caixa Econômica Federal selecionou o grupo de bancos que vai coordenar a abertura de capital (IPO) da Caixa Seguridade.

A Caixa estima que a oferta valerá entre R$ 50 bilhões e R$ 60 bilhões na Bolsa de Valores de São Paulo. As informações foram divulgadas pela agência de notícias “Reuters”.

O Morgan Stanley vai liderar grupo de 10 bancos:

  • Bradesco BBI;
  • Itaú BBA;
  • Banco Plural;
  • Banco BTG Pactual;
  • Banco do Brasil;
  • Credit Suisse;
  • Santander Brasil;
  • Bank of America;
  • Caixa Econômica Federal.

Última cotação do Ibovespa

Na última sessão, segunda-feira, o Ibovespa encerrou em queda de 0,7% a 116.877,922 pontos.

Poliana Santos

Compartilhe sua opinião