Ibovespa encerra em queda com resultados do Bradesco para o 2ºT19

Ibovespa encerra em queda com resultados do Bradesco para o 2ºT19
Ibovespa fecha em alta de 2,03%, a 95.735,35 pontos

O Ibovespa encerrou em queda nesta quinta-feira (25) e retornou a casa dos 102 mil pontos. O resultado foi impulsionado pela divulgação dos resultados do 2º trimestre do Banco Bradesco, responsável pelas duas maiores baixas do dia.

No fechamento do pregão, o Ibovespa registrava queda de -1,41% a 102.654,58 pontos. No entanto, o indicador da B3 iniciou o dia em alta de 0,17% a 104.301,47 pontos, por volta das 10h10.

A Ambev também divulgou seus resultados e obteve a maior alta do dia na Bolsa de Valores de São Paulo.

Além dos relatórios de resultados do 2º trimestre que continuarão sendo divulgados ao longo dos próximos dias, o mercado também reagiu ao aumento no número de postos de trabalho formais.

Resultados do Bradesco

O Banco Bradesco divulgou seu balanço do segundo trimestre de 2019. A instituição financeira registrou aumento de 25,2% em seu lucro líquido ante o mesmo período de 2018. O lucro obtido foi de R$ 6,5 bilhões.

“Esta evolução tem como origens principais: a maior margem financeira, as menores despesas com PDD (expandida), as maiores receitas de prestação de serviços e a contribuição de nossas operações de seguros, previdência e capitalização”, informou a instituição.

As ações da instituição financeira apresentaram a maior queda do dia na Bolsa de Valores de São Paulo.

As ações ordinárias do Bradesco (BBDC3) encerram em queda de -5,02%, cotadas em R$ 33,27 por papel. As ações preferenciais (BBDC4) registraram a maior queda do dia, de -5,83% e fecharam em R$ 36,70.

Resultados da Ambev

A Ambev SA teve alta de 8,5% em seu lucro líquido ajustado do segundo trimestre, comparado ao mesmo período do ano passado. A diminuição de despesas financeiras foi um dos principais fatores para o aumento.

A empresa conseguiu lucrar R$ 2,616 bilhões no 2º trimestre deste ano. Dessa forma, deixou para trás as estimativas de especialistas, que esperavam por um valor de R$ 2,286 bilhões.

As ações ordinárias da Ambev SA (ABEV3) registraram a maior alta do dia na Bolsa de Valores. Os papéis fecharam o pregão em alta de +8,02%, negociando a R$ 19,40 por ação.

Aumento na criação de empregos formais

O Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgou que o Brasil registrou o número total de 408.500 empregos, com carteira assinada, criados nos primeiros seis meses deste ano.

O resultado para junho foi o melhor para o mês desde 2014. Só neste mês foram 48.436 postos de trabalho. Em comparação a maio deste ano, o salto no número de pessoas com trabalho formal do mês passado foi de 0,13%.

Se compararmos o número total de empregos ao primeiro semestre de 2018, são 16.039 vagas a mais geradas neste ano. Ou seja, no ano passado o número total de postos de trabalho no primeiro semestre foi de 382,461.

Última cotação do Ibovespa

Na última sessão, na quarta-feira, o Ibovespa encerrou em leve alta de 0,4% com 104.119,54 pontos.

Giovanna Oliveira

Compartilhe sua opinião