Ibovespa opera entre ganhos e perdas, sustentado por bancos; Bradesco (BBDC4) sobe 2%

Ibovespa opera entre ganhos e perdas, sustentado por bancos; Bradesco (BBDC4) sobe 2%
O Ibovespa abriu em leve alta nesta segunda-feira (30), ampliando a sequência de cinco pregões consecutivos em alta.

O Ibovespa opera entre ganhos e perdas na manhã desta sexta-feira (2). Por volta das 12h10, o maior índice acionário da Bolsa de Valores de São Paulo (B3) apresentava uma queda de 0,25%, para 95.242,72 pontos. No âmbito macro, o mercado digere o recado dado pelo presidente Jair Bolsonaro de que a política econômica do Brasil é de livre mercado e que a palavra final continua com o ministro da Economia, Paulo Guedes.

lead suno imagem ilustrativa

Receba as principais notícias do mercado diariamente.

Receba Grátis conteúdo exclusivo sobre Poupança, Ações, Economia e muito mais!

Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

lead suno background

A cotação do Ibovespa, no entanto, é sustendada pela alta dos bancos — o setor financeiro corresponde a 18,25% do índice na composição atual. Os investidores enxergam com otimismo a Medida Provisória (MP) 1.006, que aumenta de 35% para 40% a margem de crédito consignado de apostentados e pensionistas do Instituto Nacional de Seguro Social (INSS) durante a pandemia. Confira o desempenho dos bancos neste pregão:

No Suno One você aprende a fazer seu dinheiro trabalhar para você. Cadastre-se gratuitamente agora!

Com a implementação da MP, que tem efeito imediato, os aposentados e pencionistas poderão comprometer até 40% do valor do benefício em empréstimos, mais 5% para uso de cartão de crédito na modalidade saque. Os novos limites devem valer para empréstimos concedidos até o dia 31 de dezembro deste ano, segundo o governo.

Por outro lado, o destaque negativo do dia fica por conta da Azul (AZUL4) e Gol (GOLL4), que caem 2,61% e 2,23%, respectivamente. Ambas as empresas aéreas ficaram entre as maiores altas na última quinta-feira (1), após uma recomendação de compra das ações pelo banco Goldman Sachs.

Agora, os papéis da aérea passam por uma leve correção, com os investidores ainda refletindo sobre os impactos da pandemia na economia global e, sobretudo, no transporte aéreo. Segundo a Associação Internacional de Transporte Aéreo (Iata, na sigla em inglês), a demanda global por transporte aéreo deve recuar 66% em 2020.

Outra empresa que também fica entre as maiores baixas é a Braskem (BRKM5), que recua 2,44%. A petroquímica é alvo de ação civil pública também na Bahia, ajuizada em 2014 pelo Ministério Público Federal (MPF), por causa da contaminação do solo por mercúrio na península de Itapagipe, em Salvador, conforme reportou o jornal “Valor Econômico” na última quinta-feira.

Enquanto isso, o mercado exterior segue no vermelho enquanto analisa os possíveis impactos da contaminação do presidente Donald Trump pela novo coronavírus (Covid-19) nas eleições presidenciais, que ocorreão em novembro deste ano; o republicano procura se reeleger. Por volta das 12h04, o S&P 500 caía 0,78%, enquanto a Nasdaq recuava 1,22%.

Ações mais negociadas do dia

Por volta das 12h05, a B3 registrava um volume financeiro total de R$ 8,25 bilhões. Confira quais são as empresas mais negociadas do Ibovespa agora:

Última cotação do Ibovespa

De forma distinta ao Ibovespa hoje, o índice acionário encerrou as negociações na última quinta-feira com uma alta de 0,93%, a 95.478,52 pontos.

Jader Lazarini

Compartilhe sua opinião