Ibovespa futuro abre em alta, seguindo as bolsas mundiais

Ibovespa futuro abre em alta, seguindo as bolsas mundiais
Contrariando o mercado futuro e as bolsas mundiais, o Ibovespa abriu em leve alta nesta quinta-feira (19).

O Ibovespa futuro abriu em alta na manhã desta terça-feira (20). Por volta das 9h13, o mercado futuro do maior índice acionário da Bolsa de Valores de São Paulo (B3) subia 0,60%, a 99.482 pontos.

lead suno imagem ilustrativa

Receba as principais notícias do mercado diariamente.

Receba Grátis conteúdo exclusivo sobre Poupança, Ações, Economia e muito mais!

Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

lead suno background

O Ibovespa futuro segue a tendências das bolsas mundiais, sobretudo dos índices futuros de Nova York, que operam em alta de olho nas discussões sobre o novo pacote de estímulos econômicos nos Estados Unidos. No início da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), os estímulos financeiros norte-americanos animaram os mercados, que logo se recuperaram das perdas de março.

Os investidores esperam que os congressistas norte-americanos cheguem a um acordo para um novo pacote trilionário que auxilie famílias e empresas em meio à maior crise do último século, que já levou a economia estadunidense a uma recessão técnica — o porta-voz de Pelosi afirmou que as diferenças entre ela e o secretário do Tesouro, Steven Mnuchin, estão diminuindo.

Suno One: acesse gratuitamente eBooks, Minicursos, Artigos e Video Aulas sobre investimentos com um único cadastro. Clique para saber mais!

Por aqui, chama atenção o avanço do Índice Geral de Preços-Mercado (IGP-M). Segundo a Fundação Getulio Vargas (FGV), a inflação do aluguel subiu 2,92% na segunda prévia de outubro, ante 4,57% no mesmo período do mês anterior.

De acordo com o Boletim Focus divulgado na última segunda-feira (19), o IGP-M deve encerrar 2020 em 17,15%. Essa é a 14ª semana consecutiva em que os especialistas ouvidos pelo Banco Central aumentaram as expectativas pelo avanço da inflação medida pelo indicador, que considerar os preços de atacado, relacionados ao consumidor e aos custos de construção.

As taxas de juros futuras, no entanto, operam em baixa  nesta manhã. Por volta das 9h30, os contratos de juros futuros baseados no Depósito Interfinanceiro (DI) negociados na B3 para janeiro de 2022 estão em queda de 0,61%, para 3,26%. Os papéis para janeiro de 2023, caem 0,86%, para 4,61%; para janeiro de 2025, recuam 0,93%, para 6,42%; para janeiro de 2027, caem 0,81%, para 7,33%.

O mercado viu com otimismo a declaração do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, no último fim de semana, quando disse que “a Câmara não irá, em nenhuma hipótese, prorrogar o estado de calamidade pública para o ano que vem”. O deputado salientou que não há caminho fora do teto de gastos.

O Ibovespa futuro é um contrato derivativo do mercado financeiro negociado sobre a expectativa do valor, em pontos, que o mercado à vista terá em uma data posterior. Além de indicar o possível destino do índice quando o sino de abertura do mercado tocar, os negociadores podem comprar ou vender esse contrato em determinada pontuação para o índice em uma data futura.

Jader Lazarini

Compartilhe sua opinião