Mercado

Ibovespa encerra com 105 mil pontos com Previdência no plenário

0

Com o início da sessão de votação da reforma da Previdência no plenário da Câmara dos Deputados, o Ibovespa atingiu um novo marco histórico, e encerrou esta quarta-feira (10) com alta de 1,23% e 105.817,06 pontos.

O cenário externo é neutro para o Ibovespa, com o discurso do presidente do Federal Reserve (Fed), Jerome Powell, referente à política monetária do país. Powell deixou em aberto a possibilidade de reduzir os juros da economia norte-americana.

A pontuação mínima do Ibovespa foi de 104.536,70 pontos e a máxima de 106.650,12 pontos.

Votação em plenário da reforma da Previdência alavanca Ibovespa

A votação da reforma da Previdência em plenário na Câmara terá início nesta data. A sessão começou por volta das 10h30 (horário de Brasília), e até o fechamento do pregão os parlamentares ainda não tinham iniciado a votação propriamente dita. Este é o 1º turno.

São necessários 308 votos em dois turnos para a aprovação da Proposta de Emenda Constitucional (PEC). No total são 513 deputados.

Mais cedo, o ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, palpitou que serão entre 348 a 355 votos a favor da reforma da Previdência. “Essa é minha expectativa”, disse Onyx.

Saiba mais – Policiais terão normas mais moderadas com a reforma da Previdência

Presidente do Fed deixa em aberto redução de juros básicos

O presidente do Federal Reserve (Fed), Jerome Powell, discursou no Congresso norte-americano nesta quarta-feira. O líder do banco central dos Estados Unidos deixou em aberto a possibilidade de reduzir a taxa básica de juros do país.

Powell declarou que integrantes do Fed acreditam que em junho as razões para a redução dos juros foram “fortalecidas” devido às crescentes “marés de baixa” na economia.

IPCA em junho

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgou nesta quarta-feira (10), o Índice Nacional de Preços Consumidor Amplo (IPCA) registrou 0,01% em junho.

O indicador representa a inflação oficial do País. De acordo com o IBGE, essa é a menor taxa de 2019.

Gol e Latam levam ativos em leilão da Avianca

O leilão de ativos da Avianca Brasil obteve três Unidades Produtivas Isoladas (UPIs) adquiridas pela Gol (GOLL4), duas pela Latam e outras duas não tiveram compradores.

Apenas a Gol e a Latam participaram do leilão. A Azul (AZUL4) já havia negado presença no certame “por não acreditar na legitimidade do processo”.

Saiba mais – Gol leva três lotes e Latam leva dois lotes do leilão da Avianca

Bolsas internacionais

  • Nasdaq (Estados Unidos): alta de 0,75%
  • FTSE 100 (Reino Unido): queda de 0,08%
  • Nikkei (Japão): queda de 0,15%
  • CAC40 (França): queda de 0,08%

Maiores altas do Ibovespa

  • BTOW3 alta de 7,51% (R$ 39,21)
  • IRBR3 alta de 6,79% (R$ 101,45)
  • CVCB3 alta de 6,56% (R$ 52,30)
  • UGPA3 alta de 5,84% (R$ 20,85)
  • WEGE3 alta de 5,15% (R$ 23,69)

Maiores quedas do Ibovespa

  • SUZB3 queda de 3,23% (R$ 31,50)
  • QUAL3 queda de 1,6% (R$ 23,40)
  • BBAS3 queda de 1,26% (R$ 54,26)
  • BRKM5 queda de 1,02% (R$ 36,94)
  • USIM5 queda de 0,93% (R$ 9,56)

Compartilhe a sua opinião

Amanda Gushiken
Amanda Sayuri Gushiken escreve sobre finanças e negócios para o portal Suno Notícias. Antes, trabalhou selecionando notícias da imprensa para clientes do mercado financeiro. Também desenvolveu pesquisa acadêmica pela Universidade Anhembi Morumbi na área de Teorias da Comunicação e é fotógrafa nas horas vagas.