Ibovespa fecha semana em alta e continua na casa dos 108 mil pontos

Ibovespa fecha semana em alta e continua na casa dos 108 mil pontos
O Ibovespa hoje encerrou em alta acompanhando as bolas internacionais

O Ibovespa encerrou a semana em alta de 0,77%, a 108.195 pontos. Nesta semana, o índice acionário foi movimentado, principalmente, pela divulgação dos balanços do terceiro trimestre das empresas.

A variação positiva do Ibovespa ao longo desta semana foi ocasionada pelas seguintes notícias:

  • Segunda-feira: Encerrou em alta com expectativa otimista do Boletim Focus;
  • Terça-feira: Fechou em queda mesmo após o anúncio da venda de refinarias da Petrobras;
  • Quarta-feira: Encerrou com variação positiva após a divulgação dos resultados da Magazine Luiza;
  • Quinta-feira: Fechou em queda com a divulgação dos resultados do terceiro trimestre da Gol;
  • Sexta-feira: Encerrou em alta com novos desdobramentos da guerra comercial.

Segunda-feira

O Ibovespa encerrou, na segunda-feira (28), em alta de 0,77% a 108.187,062 pontos e atingiu um novo recorde histórico do acumulado de pontos.

Saiba mais: Ibovespa fecha em alta após expectativa otimista do Boletim Focus

O resultado foi impulsionada pelo Boletim Focus que elevou a previsão do PIB pela segunda semana consecutiva, além dos reflexos da aprovação da Reforma da Previdência no Senado.

Os resultados do terceiro trimestre da Hypera Pharma e da Klabin também contribuíram para a variação positiva do principal índice acionário da Bolsa de Valores de São Paulo (B3).

Terça-feira

O Ibovespa encerrou em queda, na terça-feira (29), e retornou para a casa dos 107 mil pontos.

Saiba mais: Ibovespa encerra em queda e retorna aos 107 mil pontos

Em contrapartida a queda do índice acionário, o mercado foi movimentado pela venda de refinarias da Petrobras e as ações da petrolífera estatal, sob os tickets PETR3 e PETR4, subiram.

O mercado também foi movimentado pela queda das ações do Pão de Açúcar (PCAR4) após o presidente da Via Varejo afirmar que não pretende vender o Extra.com ao GPA.

Quarta-feira

O principal índice da bolsa de valores de São Paulo (B3) fechou, na quarta-feira (30), alta de 0,79% a 108.407,539 pontos e bateu, mais uma vez, o recorde histórico do acumulado de pontos.

Saiba mais: Ibovespa fecha em alta após resultados do Magazine Luiza

O Ibovespa foi  impulsionada pelos resultados trimestrais do Magazine Luiza, que saíram na noite anterior, da terça-feira (29).

Os investidores também reagiram a um novo corte na taxa de juros norte-americana, realizado pelo Federal Reserve (Fed).

Quinta-feira

Na quinta-feira (31), o Ibovespa fechou em varição negativa de 1,1%, a 107.219,83 pontos.

Saiba mais: Ibovespa encerra em queda com resultados negativos da Gol

O índice acionário caiu após a divulgação dos resultados da Gol no terceiro trimestre. Os papéis da companhia área, sob o ticket GOLL4, lideraram as quedas no índice acionário neste dia.

Ademais, o mercado também acompanhou resultados do Bradesco e a da LOG, além da nova oferta de ações do Magazine Luiza.

Sexta-feira

No último dia da semana, o Ibovespa encerrou com uma variação positiva de 0,91%, chegando a 108.195 pontos.

Saiba mais: Ibovespa fecha em alta de 0,91% com divulgação de resultados trimestrais

O resultado ocorreu mesmo após a Organização Mundial do Comércio (OMC) autorizar a China a impor tarifas alfandegárias contra os Estados Unidos.

No cenário interno, o otimismo do mercado, que refletiu na alta do Ibovespa, foi marcado pela declaração do diretor-presidente da rede de vestuários Cia. Hering, que afirmou que há uma recuperação lenta da economia brasileira.

Giovanna Oliveira

Compartilhe sua opinião