Mercado

Ibovespa fecha em queda em dia de turbulências geradas pelo Brexit

0

O Ibovespa fechou, nesta quinta-feira (24), em baixa. O principal índice da Bolsa de Valores de São Paulo (B3) teve queda de -0,52% a 106.986,148 pontos.

O Ibovespa registrou baixa devido a vários fatores. O principal deles, o pedido do primeiro ministro britânico, Boris Johnson de eleições gerais no dia 12 de dezembro para dar mais tempo aos legisladores para que eles possam estudar o acordo sobre o Brexit.

Além disso, contribuíram para o resultado desta quinta:

  • Desembolsos do BNDES diminuem 13% no acumulado do ano até setembro;
  • Brasil cai para 124ª posição em ranking de ambiente de negócios;

Brexit

O primeiro ministro britânico, Boris Johnson, requisitou, nesta quinta, eleições gerais no dia 12 de dezembro para dar mais tempo ao legislativo para que eles possam estudar o acordo sobre o Brexit. Segundo Johnson, o parlamento votou para atrasar a saída do Reino Unido da União Europeia e “esse atraso pode durar muito tempo”.

Saiba mais: Boris Johnson pede eleições gerais em dezembro

Boris Johnson salientou que está mais do que na hora da oposição tomar coragem de se submeter “ao julgamento do chefe coletivo, que é o povo do Reino Unido”.

Johnson fez questão de destacar seu repúdio por uma extensão ainda maior do Brexit. “Acho que a maneira de conseguir o Brexit é ser razoável com o Parlamento e dizer que, se eles realmente querem mais tempo para estudar este excelente acordo, eles podem obtê-lo, mas precisam concordar com uma eleição geral em 12 de dezembro”, relatou o premiê.

BNDES

Os desembolsos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) caíram 13% do mês de janeiro até setembro deste ano, em comparação com os mesmos nove meses do ano passado, para R$ 38,032 bilhões. As informações foram divulgadas nesta quinta, no Boletim de Desempenho do banco público de investimento.

Saiba mais: Desembolsos do BNDES diminuem 13% no acumulado do ano até setembro

Os dados do BNDES evidenciam quedas nos desembolsos quando é considerado apenas o dado de setembro, no valor de R$ 3,8 bilhões. O número é 22,1 % mais baixo do que o do mesmo período de 2018 e 28,2% menor do que o registrado no mês de agosto.

O BNDES também comunicou que as consultas, que são importantes para medir o interesse dos empresários em novos investimentos, teve queda de 49% na comparação anual levando em conta os nove meses do ano (contados de janeiro a setembro).

Ranking de ambiente de negócios

O Brasil caiu para a 124ª posição do ranking do Doing Businnes, do Banco Mundial. O ranking avalia o ambiente de negócios dos países. No ano passado, o País ficou com a 109ª posição.

Saiba mais: Brasil cai para 124ª posição em ranking de ambiente de negócios

O presidente Jair Bolsonaro afirmou, durante o evento Fórum Econômico Mundial, que aconteceu neste ano em Davos, que tem como objetivo colocar o Brasil entre as 50 primeiras posições do ranking até o final de 2022.

O secretário especial de Produtividade, Emprego e Competitividade, Carlos da Costa, disse, nesta quinta, que o resultado não foi nada bom para o País. Segundo ele “uma queda para 124º é algo para se lamentar e trabalhar para reverter, como temos feito deste o início do ano”.

Última cotação do Ibovespa

Na última sessão, quarta-feira, o Ibovespa encerrou em alta de 0,15% e alcançou 107.543,59 pontos.

Compartilhe a sua opinião

Rafael Lara
Rafael Lara cursa jornalismo na Faculdade Cásper Líbero. Escreve sobre política, economia e negócios para o portal Suno Notícias. Antes, colaborou na TV Gazeta na produção do programa Edição Extra.