Ibovespa fecha em queda de 0,61%, aos 99.160 pontos

Ibovespa fecha em queda de 0,61%, aos 99.160 pontos
Ibovespa hoje registrou queda

Ibovespa, principal índice acionário da bolsa de valores de São Paulo (B3), encerrou o pregão desta quinta-feira (9) em queda de 0,61%, aos 99.160 pontos.

Pela manhã o Ibovespa chegou a operar em alta e ultrapassou os 100 mil pontos, mas rapidamente virou e passou a operar em queda com o aumento no número de casos do coronavírus (covid-19) nos EUA.

A última vez que o Ibovespa operou na marca dos “100 mil” foi no dia 5 de março, pouco antes das notícias sobre a chegada da pandemia do novo coronavírus (Covid-19) no Brasil. Após isso, o índice acionário sofreu quedas acentuadas e passou por seis circuit breakers em oito pregões.

A possibilidade de uma segunda onda de contaminação vem segurando a recuperação dos mercados dado a preocupação de agentes com novas medidas de restrição à circulação, o que deve derrubar a demanda novamente.

Conheça o Suno One, a central gratuita de informações da Suno para quem quer aprender a investir. Acesse clicando aqui.

Além disso, confira as principais notícias que movimentaram o mercado nesta quinta-feira:

  • B3 (B3SA3): estoque de ofertas de ações chega a R$ 70 bilhões
  • Smart Fit (SMFT11) adquire controle de empresa de fitness digital MB
  • IRB Brasil (IRBR3) chega a liderar quedas na bolsa após anúncio de aumento de capital
  • Gol (GOLL4) prevê prejuízo de R$ 3,20 por ação no 2º semestre

B3 (B3SA3): estoque de ofertas de ações chega a R$ 70 bilhões

O estoque de ofertas de ações para o segundo semestre deste ano na B3, a Bolsa de Valores de São Paulo, está atualmente em R$ 70 bilhões, de acordo com dados do Morgan Stanley publicados pela revista “Exame” nesta quinta-feira (9).

Saiba mais: B3 (B3SA3): estoque de ofertas de ações chega a R$ 70 bilhões

Há, ao todo, cerca de 35 operações na B3 previstas tanto aberturas de capital quanto ofertas subsequentes, segundo cálculos de Eduardo Mendez, chefe de mercado de capitais e renda variável para América Latina do Morgan Stanley.

Smart Fit (SMFT11) adquire controle de empresa fitness digital

A rede de academias Smart Fit (SMFT11) informou nesta quinta-feira (9) que assinou contrato que prevê a compra do controla da MB Negócios Digitais, empresa do setor de fitness digital. O valor da operação não foi revelado.

Saiba mais: Smart Fit (SMFT11) adquire controle de empresa de fitness digital MB

Em comunicado enviado para a Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a Smart Fit informou também que o fechamento da aquisição está sujeito ao cumprimento de determinadas condições para tal tipo de operação.

IRB Brasil chega a liderar quedas após anúncio de aumento de capital

A IRB Brasil Resseguros (IRBR3) chegou a liderar as quedas do principal índice acionário da Bolsa de Valores de São Paulo (B3), o Ibovespa, nesta quinta-feira (9). O papéis da empresa eram negociados a R$ 8,78, com variação negativa de 5,79%, por volta das 10h48 (horário de Brasília).

Saiba mais: IRB Brasil (IRBR3) chega a liderar quedas na bolsa após anúncio de aumento de capital

A resseguradora anunciou na noite da última quarta-feira (8) que o seu Conselho de Administração aprovou um aumento de capital de até R$ 2,3 bilhões mediante a emissão de ações ordinárias, nominativas, escriturais e sem valor nominal. O valor mínimo do aumento de capital, segundo a empresa, será de R$ 2,1 bilhões.

Gol (GOLL4) prevê prejuízo de R$ 3,20 por ação no 2º semestre

A companhia aérea Gol (GOLL4) informou nesta quinta-feira (9) que prevê um prejuízo de R$ 3,20 por ação no segundo trimestre deste ano. “A Gol estima Prejuízo Por Ação (LPA) e Prejuízo Por Ação Depositário Americano (LPADS)para o 2T20 de aproximadamente R$3,20 e US$1,10, respectivamente”, informou a companhia.

Saiba mais: Gol (GOLL4) prevê prejuízo de R$ 3,20 por ação no 2º semestre

De acordo com a Gol, houve um aumento nas vendas brutas consolidadas no mês de junho ante o mês de maio, a R$ 312 milhões, alta de 63%. Já a receita bruta consolidada foi de R$ 180 milhões, com crescimento de 50% em relação ao mês imediatamente anterior.

Bolsas no exterior

Além do Ibovespa, confira o desempenho dos principais índices acionários no exterior:

  • Londres (FTSE 100): – 1,53%
  • Frankfurt (DAX 30): – 0,92%
  • Paris (CAC 40): – 0,74%
  • Milão (FTSE/MIB): – 0,096%
  • Nova York (S&P 500):  – 1,08%

Última cotação do Ibovespa

Na última sessão, quarta-feira, o principal índice da Bolsa, Ibovespa, encerrou em queda de 2,05%, a 99.769 pontos.

Vinicius Pereira

Compartilhe sua opinião