Ibovespa sobe 0,02% à sombra de fala de Bolsonaro sobre Renda Brasil

Ibovespa sobe 0,02% à sombra de fala de Bolsonaro sobre Renda Brasil
O Ibovespa hoje encerrou em alta acompanhando as bolas internacionais

O Ibovespa hoje encerrou o pregão próximo das estabilidade, em alta de 0,02%, cotado a 100.297,91 pontos, com a política doméstica ofuscando a melhora do clima internacional.

lead suno imagem ilustrativa

Receba as principais notícias do mercado diariamente.

Receba Grátis conteúdo exclusivo sobre Poupança, Ações, Economia e muito mais!

Parabéns! cadastro feitocom sucesso.

lead suno background

O principal índice da bolsa de valores brasileira abriu o dia em alta, porém apagou os ganhos após o presidente da República Jair Bolsonaro afirmar, em suas redes sociais, que “está proibido falar Renda Brasil” no seu governo. Com isso, o Ibovespa refletiu o aumento das incertezas, se descolando do dia positivo nos mercados internacionais.

O presidente criticou as ideias da equipe econômica do ministro da Economia Paulo Guedes de congelar as aposentadorias e cortar o auxílio para idosos e pobres com deficiência.

Suno One: acesse gratuitamente eBooks, Minicursos, Artigos e Video Aulas sobre investimentos com um único cadastro. Clique para saber mais!

“Isso é um devaneio de alguém que está desconectado com a realidade”, pontuou Bolsonaro. “Quem vier propor medida como essa só posso dar um cartão vermelho, porque não tem coração e nem entendimento de como vivem os aposentados”. Desse modo, Bolsonaro salientou que o Bolsa Família continua até 2022.

Dessa maneira, veja agora as notícias que mexeram com os ânimos dos investidores nesta terça-feira:

  • Cemig quer investir em renováveis e comprar projetos eólicos
  • Santos Brasil ofertará 192,6 mi em follow-on
  • Minerva avalia venda de 25% de subsidiária Athena Foods

Cemig quer investir em energia renovável

A Cemig (CMIG4) pretende investir na construção de usinas próprias de geração de energia renovável. Um primeiro passo para isso deve ser dado com a realização de uma chamada pública para avaliar projetos de energia eólica para uma possível aquisição.

Ao mesmo tempo, a empresa deseja estender em 50 megawatts a capacidade de seu parque de pequenas hidrelétricas enquanto desenvolve um projeto termelétrico a gás com 500 megawatts.

Em outra frente, a companhia pretende assegurar a renovação dos contratos para exploração de três de suas hidrelétricas, cujos prazos vencem até 2025. As usinas representam cerca de 53% da oferta de energia da Cemig GT.

Santos Brasil ofertará 192,6 mi em follow-on

A Santos Brasil (STBP3) informou que seu conselho de administração aprovou a realização da oferta primária de 192.680.000 ações ordinárias em uma oferta subsequente de ações (follow-on).

A oferta será realizada em mercado de balcão não organizado, sob liderança do BTG Pactual (BPAC11), e participação do Morgan Stanley, XP Investimentos e Goldman Sachs. Segundo a Santos Brasil, também serão realizados esforços de colocação das ações no exterior. A oferta demandará um procedimento de bookbuilding para definição do preço por ação.

Minerva estuda venda de 25% da Athena Foods

A Minerva (BEEF3) assinou uma carta de intenções não vinculativa com uma sociedade de propósito específico para aquisição (SPAC), listada na bolsa de valores Nasdaq, em respeito a potencial negociação de 25% da Athena Foods, subsidiária da Minerva.

“Tendo em vista o disposto na Carta de Intenções, quando da consumação da Operação, Minerva prevê ser titular de aproximadamente 75% do capital da entidade remanescente e receber cerca de US$ 200 milhões em cash”, informou a empresa.

A Minerva comunicou que este movimento está “relacionado ao esforço constante da companhia para maximizar a criação de valor a longo prazo para seus acionistas”. Com isso, a companhia destacou que “vem realizando uma avaliação estratégica de diferentes alternativas para sua subsidiária Athena Foods“. A administração da companhia também destacou que uma operação dessa poderia fortalecer a estrutura de capital da Athena Foods, além de ser uma potencial oportunidade de crescimento para a empresa.

Bolsas no exterior

  • Nova York (S&P 500): +0,52% – 3.401,20
  • Londres (FTSE 100): +1,32% – 6.105,54
  • Frankfurt (DAX 30): +0,18% – 13.217,67
  • Paris (CAC 40): +0,32% – 5.067,93
  • Xangai (SSEC): +0,51% – 3.295,68
  • Hong Kong (Hang Seng): +0,38% – 24.732,76
  • Tóquio (Nikkei 225): -0,44% – 23.454,89

Última cotação do Ibovespa

Da mesma forma que o Ibovespa hoje, o índice acionário encerrou as negociações na última segunda-feira com uma alta de 1,94%, a 100.274,52 pontos.

Arthur Guimarães

Compartilhe sua opinião