Ibovespa estica queda e opera na casa dos 95 mil pontos; Vale e Petrobras caem 3%

Ibovespa estica queda e opera na casa dos 95 mil pontos; Vale e Petrobras caem 3%
O Ibovespa abriu em queda nesta quinta-feira (15), acompanhando o pessimismo nos mercados internacionais.

O Ibovespa intensificou a queda na manhã desta segunda-feira (21), levado pelo pessimismo no exterior. Por volta das 12h15, o maior índice da Bolsa de Valores de São Paulo (B3) recuava cerca de 2,31%, operando na casa dos 95 mil pontos, menor patamar desde o início de julho.

lead suno imagem ilustrativa

Receba as principais notícias do mercado diariamente.

Receba Grátis conteúdo exclusivo sobre Poupança, Ações, Economia e muito mais!

Parabéns! cadastro feitocom sucesso.

lead suno background

A cotação do Ibovespa é fortemente puxada para baixo por conta da queda de 3,26% da Vale (VALE3). O ativo de maior participação no índice, com uma fatia maior que 10%, cai em função dos futuros de referência do minério de ferro na China, que recuaram cerca de 3% nesta segunda-feira, influenciados por uma fraca demanda pela commodity.

Além disso, o Ibovespa também é impactado pela baixa de 3,14% da Petrobras (PETR4), segunda maior fatia no índice. Os preços do petróleo recuam nesta segunda-feira em razão de um possível retorna da produção na Líbia e pelos crescentes casos da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), sobretudo na Europa. Por volta das 12h, a cotação do barril de petróleo Brent caía 3,94%, para US$ 41,45.

No Suno One você aprende a fazer seu dinheiro trabalhar para você. Cadastre-se gratuitamente agora!

As ações do Itaú Unibanco (ITUB4) também registram uma queda de 1,52%, de olho na substituição do atual CEO, Candido Bracher. Segundo aponta o jornal “Valor Econômico”, a presidência do maior banco do Hemisfério Sul ficará entre os diretores-gerais de atacado, Caio Ibrahim David, de varejo, Márcio Schettini, e os vice-presidentes André Sapoznik (tecnologia) e Milton Maluhy Filho (finanças e riscos).

Por outro lado, um dos poucos destaques positivos fica por conta da SulAmerica (SULA11), com as ações da empresa avançando cerca de 0,53%. Na última semana, a seguradora de saúde anunciou a compra da Paraná Clínicas por R$ 396 milhões. A empresa é a 5ª maior operadora do Paraná, com aproximadamente 90 mil beneficiários e receitas de R$ 103 milhões no primeiro semestre.

Esta segunda-feira também marca a estreia da Cury (CURY3), subsidiária da Cyrela (CYRE3), na bolsa brasileira. Os papéis da empresa abriram em queda de 4,81%, a R$ 8,90. A incorporadora fixou, na última quinta-feira (17), o preço da ação a R$ 9,35 em sua oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês), levantando R$ 977,5 milhões.

No âmbito internacional, os documentos chamados FinCEN files chamam atenção do mercado, que incluem mais de 2.100 relatórios de pagamentos processados por grandes bancos, como HSBC, Deutsche Bank, e J.P. Morgan. Os dados vazaram para o site do Buzzfeed e foram compartilhados com o Consórcio Internacional de Jornalistas Investigativos (ICIJ) na noite do último domingo (20).

Papéis mais negociados do dia

Por volta das 12h15, a bolsa brasileira registrava um volume financeiro total de R$ 14,29 bilhões. Confira quais são as empresas mais negociadas do Ibovespa agora:

Última cotação do Ibovespa

Da mesma forma que o Ibovespa hoje, o índice acionário encerrou as negociações na última sexta-feira (18) com uma queda de 1,81%, a 98.289,71 pontos.

Jader Lazarini

Compartilhe sua opinião