Ibovespa apaga ganhos após Bolsonaro desistir do Renda Brasil

Ibovespa apaga ganhos após Bolsonaro desistir do Renda Brasil
O Ibovespa abriu em leve alta nesta quinta-feira (1), estendendo os ganhos da última quarta-feira (30).

O Ibovespa abriu em alta nesta terça-feira (15), mas inverteu para queda e opera de forma estável nesta manhã. O mercado digere a fala do presidente Jair Bolsonaro na desistência da criação do Renda Brasil, programa social que substituiria o Bolsa Família.

lead suno imagem ilustrativa

Receba as principais notícias do mercado diariamente.

Receba Grátis conteúdo exclusivo sobre Poupança, Ações, Economia e muito mais!

Parabéns! cadastro feitocom sucesso.

lead suno background

Por volta das 12h15, a cotação do Ibovespa subia 0,01%, para 100.273,93 pontos. Ao longo das últimas semanas, os investidores demonstraram certa preocupação com a situação fiscal do País, com o endividamento público sendo elevado por conta dos gastos em função da pandemia do novo coronavírus (Covid-19). Em meio ao Pró-Brasil, plano do governo para estimular a economia e geração de empregos, estava o Renda Brasil.

O Ministério da Economia, no entanto, encontrou dificuldades para chegar a um valor que atendesse ao pedido do presidente, que era de cerca de R$ 300, sem alterar em outros benefícios e programas vigentes. A última das medidas propostas pela pasta econômica, liderada por Paulo Guedes, foi a suspensão do aumento das aposentadorias e pensões por dois anos.

No Suno One você aprende a fazer seu dinheiro trabalhar para você. Cadastre-se gratuitamente agora!

Bolsonaro, então, rechaçou a ideia de congelar os vencimentos desses grupos como forma de financiar o Renda Brasil e disse que que o Brasil deverá manter o Bolsa Família até 2022. “Até 2022, o meu governo está proibido de falar a palavra Renda Brasil. Vamos continuar com o Bolsa Família e ponto final”, disse em vídeo publicado nas redes sociais.

“Pode ser que alguém da equipe econômica tenha falado neste assunto. Mas, por parte do governo, jamais vamos congelar salários de aposentados, bem como jamais vamos fazer com que o auxílio para idosos e pobres com deficiência sejam reduzidos por qualquer coisa que seja”, pontuou o mandatário.

O mercado também está de olho no cenário externo, no âmbito macroeconômico. A produção industrial dos Estados Unidos teve uma variação mensal de 0,40% em agosto, enquanto a expectativa de analistas era de um avanço de 1%. Na comparação anual, a queda é de -7,70%, enquanto no mês anterior o resultado era de -8,20%.

Na China, a produção industrial cresceu 5,6% em agosto, na comparação com o mesmo mês de 2019, resultado que ficou acima das expectativas de especialistas. O comércio varejista do país também avançou pela primeira vez, na comparação anualizada, desde o início da pandemia.

Destaques do pregão

A Gerdau (GGBR4) é o destaque desta manhã, com um avanço de 5,03% nas suas ações, cotadas a R$ 21,30. A Minerva (BEEF3) também fica entre as maiores altas, com +4,9%, a R$ 4,45. A empresa anunciou nesta manhã que estuda a venda de 25% de sua subsidiária Athena Foods.

Tendo em vista o disposto na Carta de Intenções, quando da consumação da Operação, Minerva prevê ser titular de aproximadamente 75% do capital da entidade remanescente e receber cerca de US$ 200 milhões em cash”, informou a líder em exportação de carne bovina na América do Sul.

Do lado negativo do pregão, Eletrobras (ELET3), com -2,65%, lidera as baixas após o jornal “Valor Econômico” relatar que a privatização da empesa emperrou novamente no Congresso. O jornal pontua que a investida do governo federal em dar início à tramitação do processo perdeu força nos últimos dias.

Hering (HGTX3), com -2,6%, e Cogna (COGN3), com -2,51%, também operam no vermelho e estão entre as maiores baixas dos dia.

Papéis mais negociados do dia

Confira quais ações são as mais negociadas em termos de volume financeiro no Ibovespa agora, por volta das 12h15:

Última cotação do Ibovespa

Da mesma forma que o Ibovespa hoje, o índice acionário encerrou as negociações na última segunda-feira com uma alta de 1,94%, a 100.274,52 pontos.

Jader Lazarini

Compartilhe sua opinião