Mercado

Ibovespa encerra em alta com Petrobras no leilão do pré-sal

0

O Ibovespa encerrou, nesta quinta-feira (7), em alta de 1,13%, a 109.580,57 pontos. A nova máxima histórica do índice acionário foi impulsionada pelo protagonismo da Petrobras no leilão do pré-sal.

Além disso, outros fatores movimentaram o mercado e contribuíram para a variação positiva do Ibovespa. Sendo eles:

  • Aprovação do Cade da compra da Avon pela Natura;
  • Aquisição de 70% da DLM Invista Gestão de Recursos pelo Banco Inter;
  • Aumento de capital da Eletrobras.

Petrobras no leilão do pré-sal

Nesta quinta-feira, a Petrobras arrematou mais um bloco da área do pré-sal, mesmo após ser a única a fazer arremates no megaleilão da cessão onerosa. Desta vez, a estatal adquiriu o bloco de Aram. O negócio foi feito junto a chinesa CNODC, com lance único.

Saiba mais: Petrobras protagoniza novo leilão do pré-sal realizado nesta quinta

No leilão realizado pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), cinco áreas foram ofertadas, porém apenas uma foi vendida.

“As áreas que não foram arrematadas continuam aí, eu acredito que em um futuro, que nós esperamos que seja próximo, essas áreas voltem a ser licitadas”, afirmou o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque.

Após o leilão, as ações da estatal subiram. Os papéis ordinários (PETR3) fecharam em alta de 3,27%, a R$ 33,47. As ações preferenciais (PETR4) subiram 4,07%, vendidas a R$ 30,92.

Compra da Avon pela Natura

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou a aquisição da Avon pela Natura. O comunicado sobre a negociação foi enviado pela brasileira à Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Saiba mais: Natura: ações sobem 5% com aprovação do Cade pela compra da Avon

A negociação entre as duas empresas foi aprovada pelo órgão regulador sem restrições. A empresa de cosméticos norte-americana foi avaliada em US$ 3,7 bilhões.

“As companhias manterão seus acionistas e o mercado informados a respeito da consumação das demais condições precedentes e fatos subsequentes relacionados à Transação na forma da lei e da regulamentação da CVM”, diz o comunicado enviado ao mercado.

Banco Inter compra 70% da DLM

O Banco Inter anunciou a aquisição de 70% da gestora DLM Invista Gestão de Recursos por R$ 49 milhões. O objetivo da instituição com o novo negócio é fortalecer a plataforma digital de investimentos.

Saiba mais: Banco Inter adquire 70% da DLM por R$ 49 milhões

A DLM tem R$ 4,5 bilhões em ativos e está no mercado há 15 anos atuando com gestão de patrimônio, por meio de fundos e carteiras de clientes que possuem alta renda. Ademais, a empresa também trabalha com fundos de investimentos e previdência privada, possuindo aproximadamente 40 mil cotistas.

“Como resultado desta aquisição, pretendemos explorar e desenvolver as sinergias existentes em nossa Plataforma Aberta Inter (PAI), que já conta com 338 mil investidores”, disse Helena Lopes Caldeira, diretora de relações com investidores do banco.

Aumento de capital da Eletrobras

A Eletrobras anunciou que o presidente Jair Bolsonaro assinou o decreto que confirma e autoriza o aumento de capital de até R$ 9,9 bilhões.O Conselho de Administração aprovou o processo no dia 14 de outubro.

Saiba mais: Decreto presidencial confirma aumento de capital da Eletrobras

De acordo com a empresa, a operação será alvo de deliberação dos acionistas da companhia em Assembleia Geral Extraordinária marcada para 14 novembro.

A proposta divulgada pela estatal para a transação conta com a participação da União por meio da capitalização de Adiantamentos para Futuro Aumento de Capital (AFACs) realizados nos últimos anos. Todavia, a conclusão da capitalização dependia do decreto presidencial.

Última cotação do Ibovespa

Na última sessão, quarta-feira (6), o Ibovespa encerrou em queda de -0,35%, atingindo 108.338,133 pontos.

Compartilhe a sua opinião

Giovanna Oliveira
Giovanna Oliveira escreve sobre economia e política para o portal Suno Notícias. Antes, foi repórter do portal de jornalismo da ESPM-SP e produziu conteúdo para a Corinthians TV. É estudante da ESPM.