Mercado

Ibovespa em queda; Bolsonaro se reúne com líderes partidários

0

Ibovespa inicia a manhã em queda. Apesar do encontro de Bolsonaro com lideranças partidárias, no Palácio do Planalto, a confusão da última quarta-feira (3) na CCJ, entre o ministro da Economia Paulo Guedes e deputados da oposição, deixa o mercado cauteloso.

O presidente havia informado que após a viagem de Israel ia “jogar pesado” na reforma da Previdência. Seguindo sua fala, Bolsonaro iniciou a manhã desta quinta com um encontro com líderes do Centrão. O não foi suficiente para animar o mercado e o Ibovespa opera em baixa nesta manhã.

Por volta das 10h30, o principal índice da Bolsa de Valores de São Paulo, registrava uma queda de -0,17% ficando com 94.333,95 pontos.

[optin-monster-shortcode id=”npkxlwaleraa8psvnego”]

Na abertura do mercado o Ibovespa deve operar com base nos acontecimentos da última quarta-feira (3), esperando, claro, as novas movimentações do mercado, após o bate-boca na CCJ e também a aprovação da PEC Orçamentária.

Bate-boca na CCJ

A insegurança em relação a aprovação da reforma da Previdência voltou ao mercado, colocando mais cautela sobre investimentos do exterior no Brasil, devido ao bate-boca e a amostra de falta de alinhamento do Congresso em prol da aprovação do texto. Dessa forma, o Ibovespa fechou a sessão em queda de quase 1%.

Saiba mais: Onyx planeja que a Câmara vote a Nova Previdência em junho

Guedes participou de uma sessão na CCJ, onde respondia perguntas da comissão que analisa a reforma no Congresso. Após horas respondendo perguntas, a reunião foi interrompida com bate-boca entre o ministro e os deputados da oposição.

De acordo como presidente da Câmara, Rodrigo Maia, o episódio foi muito ruim. Ele ainda afirmou que o ministro sempre vai bem, mas teve um problema que não desnecessário na reta final.

No entanto, o que chamou a atenção do mercado e aumentou a cautela sobre a aprovação, foi a falta de apoio dos deputados aliados ao governo em defesa de Guedes.

Maior apoio

Buscando mais apoiadores para a Previdência, o presidente Jair Bolsonaro deve se encontra, na manhã desta quinta, com líderes do Congresso e presidentes de partidos políticos, como:

  • Geraldo Alckmin (PSDB);
  • Gilberto Kassab (PSD);
  • ACM Neto (DEM);
  • Romero Jucá (MDB);
  • Ciro Nogueira (PP).

PEC Orçamentária

O Senado Federal aprovou na noite desta quarta (3) a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que reduz o poder do Executivo sobre o Orçamento. A proposta obriga o governo a pagar as emendas parlamentares de bancada, aumentando a proporção de gastos obrigatórios.

Saiba mais: Senado aprova PEC que reduz poder do Executivo sobre o Orçamento

A proposta do chamado Orçamento impositivo havia sido aprovada em 26 de março na Câmara dos Deputados. Como houve alterações no texto pelo Senado, a PEC volta agora à Câmara para nova votação.

Última cotação

Durante a última sessão, na última quarta-feira (4), o Ibovespa recuou 0,94% ficando com 94.491 pontos.

Compartilhe a sua opinião

Renan Bandeira
Renan Bandeira escreve sobre política e economia para o portal da Suno Research. Antes da Suno, trabalhou em uma rede de televisão, onde fazia reportagens sobre os mesmos temas. Estuda na Universidade Metodista de São Paulo.