Mercado

Ibovespa opera acima de 96 mil pontos em dia de alta de Bolsonaro

0

O Ibovespa abre o pregão desta quarta-feira (13) em alta na B3 (BM&F Bovespa).

Às 10h31, o índice acionário Ibovespa avançava 0,24% a 96.396,25 pontos.

O presidente da República, Jair Bolsonaro, deixará o Hospital Albert Einstein hoje. Assim, o processo para aprovação da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) da reforma da previdência deve ser agilizado.

Saiba mais – Dólar sobe em dia de alta de Jair Bolsonaro do hospital

Reforma da Previdência

O texto-base da PEC da reforma da Previdência já foi finalizado. Mais de uma versão do texto devem ser apresentadas a Bolsonaro, para que ele decida acerca de importantes pontos, como a idade mínima para homens e mulheres.

Ainda nas mãos do ministro da Economia, Paulo Guedes, o texto deverá chegar a Jair Bolsonaro assim que o presidente for liberado do hospital.

Bolsonaro está internado desde o dia 28 de janeiro, quando realizou cirurgia para retirada da bolsa de colostomia e reconstrução do trânsito intestinal.

As informações foram anunciadas pelo secretário especial de Trabalho e Previdência do Ministério da Economia, Rogério Marinho.

Saiba mais – Reforma da Previdência: governo conclui texto-base para apresentar a Bolsonaro 

BRF faz recall de carne

A BRF (BRFS3) anunciou recall de produtos da marca Perdigão “em decorrência de possível presença de bactéria Salmonella enteritidis”.

No total, o chamado engloba 464,3 toneladas de carne que estão nos mercados interno e externo.

A carne foi produzida nos dias 30 de outubro de 2018 e 05, 06, 07, 09, 10 e 12 de novembro de 2018, na unidade de Dourados (MS).

Nesta manhã, as ações da empresa figuravam entre as maiores baixas do Ibovespa (confira em “Destaques”).

Saiba mais – BRF faz recall de 464,3 toneladas de carne sob risco de salmonela 

Vendas do varejo

As vendas do comércio varejista no Brasil subiram 2,3% em 2018. Esta é a maior alta em 5 anos.

Os dados foram divulgados hoje pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Saiba mais – IBGE: vendas do comércio têm maior alta em 5 anos

Guerra comercial

O presidente dos EUA, Donald Trump, afirmou que o prazo para fechar acordo comercial com a China poderá ser prorrogado.

A trégua da guerra comercial, estabelecida em 1º de dezembro e com duração de 90 dias, terminará em 1º de março.

Até esta data, o mercado aguarda ansiosamente que as duas nações entrem em consenso acerca das imposições tarifárias em importações.

Contudo, Trump afirmou que pretende não apenas fechar um acordo comercial com a China. Mas que deseja fazê-lo fazer em reunião com o presidente chinês, Xi Jinping.

Saiba mais – Trump diz que pode prorrogar prazo para acordo comercial com a China 

Sessão asiática

O otimismo com as negociações da guerra comercial impulsionou a alta dos índices acionários orientais.

Confira abaixo o fechamento das principais bolsas asiáticas:

  • Hong Kong: índice Hang Seng obteve alta de 1,16%;
  • Japão: índice Nikkei obteve baixa de 1,34%;
  • China: índice Xangai obteve alta de 1,84%;

Destaques do Ibovespa

Por volta das 10h50, as ações que apresentavam as maiores altas do Ibovespa eram:

  • VALE3: 2,03% a R$ 45,20
  • SUZB3: 1,98%% a R$ 46,25
  • BRDT3: 1,49% a R$ 25,90

Dentre os papeis que tinham as mais maiores quedas do Ibovespa estavam:

  • RAIL3: 2,3% a R$ 19,15
  • CCRO3: 1,97% a R$ 13,91
  • BRFS3: 1,59% a R$ 22,93

Saiba mais – Ibovespa fecha em alta alinhado ao positivismo do exterior 

O Ibovespa encerrou o pregão da terça-feira (12) com uma alta de 1,86% somando 96.168,40 pontos.

Compartilhe a sua opinião

Amanda Gushiken
Amanda Sayuri Gushiken escreve sobre finanças e negócios para o portal Suno Notícias. Antes, trabalhou selecionando notícias da imprensa para clientes do mercado financeiro. Também desenvolveu pesquisa acadêmica pela Universidade Anhembi Morumbi na área de Teorias da Comunicação e é fotógrafa nas horas vagas.