Internacional

Huawei: EUA está coagindo funcionários da empresa a vazar informações

0

A empresa de tecnologia mais renomada da China, Huawei, comunicou nesta quarta-feira (4) que o governo norte-americano está coagindo os funcionários da companhia a vazarem informações contra a gigante.

O comunicado da Huawei foi feito em um documento sem data, conferido pela “Reuters” na última terça-feira (3). Segundo o relatório publicado à imprensa, o governo dos EUA estaria utilizando sua força administrativa para atrapalhar os negócios da empresa chinesa.

A gigante chinesa afirmou que foram feitas diversas buscas por seus funcionários. Além disso, a empresa também salienta que alguns empregados chegaram a ser “visitados” pelo FBI em suas residências. Dessa forma, muitos acabaram sendo pressionados a revelar informações sobre a companhia de tecnologia.

Um membro do setor de Justiça dos Estados Unidos afirmou que o departamento segue as leis para investigar qualquer tipo de caso. “Em todos os assuntos, nossas técnicas de investigação cumprem a lei e todos os objetos das investigações desfrutam dos mesmos direitos ao devido processo garantido por nossa Constituição e salvaguardados por um judiciário independente.”

Veja também: EUA amplia exportações em julho e diminui déficit da balança comercial

De acordo com documento publicado pela Huawei, oito funcionários, sendo alguns deles cidadãos norte-americanos, estavam envolvidos nas ocorrências. O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, Geng Shuang, afirmou que repudiou a atitude dos EUA. “Esse tipo de comportamento não é apenas vergonhoso, mas também imoral”, disse Shuang.

Huawei e Google

No dia 29 de agosto, a gigante chinesa de tecnologia Huawei anunciou que iria lançar um novo smartphone top de linha ainda neste ano. A empresa, porém, não poderá contar com aplicativos do Google (empresa norte-americana) e também com o sistema Android. Isso porque os Estados Unidos impôs restrições aos produtos da empresa da China.

A expectativa é que a Huawei lance os celulares da nova linha, denominada Mate 30, em setembro. O lançamento deve acontecer em um evento que será realizado na Alemanha. As informações são da “Reuters”.

Compartilhe a sua opinião

Juliano Passaro
Juliano Passaro escreve sobre política, economia e negócios para o portal da Suno Research. Antes da Suno, trabalhou no Portal da Band. É formado em jornalismo pela Universidade Presbiteriana Mackenzie.