Negócios

Huawei: divisão de prestação de serviços no Brasil não será afetada por medidas nos EUA

0

A Huawei declarou nesta segunda-feira (20) que a prestação de serviços para operadoras (carriers) não deverá ser prejudicada pelo banimento do governo dos Estados Unidos.

Na última quarta-feira (15), o presidente Donald Trump anunciou que a empresa chinesa entrou em uma “lista negra” que proíbe a companhia de comprar produtos americanos. Além disso, o Departamento de Comércio dos EUA colocou a Huawei na lista de ameaças à segurança nacional . Dessa forma, a fabricante está praticamente proibida de atuar no território norte-americano.

Saiba mais: Google suspende negócios com Huawei após lista negra de Trump

No Brasil, a Huawei é uma das três maiores vendedoras de equipamentos e sistemas de telecomunicações, junto com a Cisco, a Ericsson e a Nokia. Apesar das restrições aos componentes americanos, a chinesa afirmou que as operações não serão prejudicadas.

Saiba mais: Trump atinge Huawei; China critica e diz que vai proteger suas empresas

“Os serviços prestados pela companhia no país para operadoras e empresas não serão afetados. A performance da Huawei Brasil no setor de TIC é bastante sólida e a empresa tem orgulho de fazer parte da história do desenvolvimento das telecomunicações brasileiras, trabalhando em colaboração com operadoras fixas e móveis, empresas, associações e governos. Há mais de 20 anos no Brasil, a companhia é uma peça-chave na transformação digital local”, afirma.

A chinesa ressaltou ainda que a produção da linha P30 de smartphone não serão afetadas pelo corte das relações com o Google e a Qualcomm. As vendas do P30 foram retomadas na última semana.

Saiba mais: China reage à ação dos EUA sobre Huawei prendendo dois canadenses

“A Huawei continuará a oferecer atualizações de segurança e serviços pós-venda para todos os smartphones e tablets Huawei existentes, incluindo aqueles que foram vendidos e os que estão em estoque globalmente”, reiterou, reproduzindo comunicado semelhante ao que já havia divulgado globalmente.

Compartilhe a sua opinião

Renan Dantas
Escreve sobre política e mercado financeiro para o portal Suno Notícias. Antes, atuou na assessoria de comunicação do Ministério Público do Trabalho e na Rádio Mackenzie, onde apresentava e produzia um programa sobre artistas da música brasileira. É estudante na Universidade Presbiteriana Mackenzie.