Negócios

Hertz entra com pedido de proteção contra falência nos EUA e Canadá

0

A Hertz informou na última sexta-feira (22) que pediu proteção contra falência nos Estados Unidos e Canadá tentando evitar vender sua frota de veículos. Uma das maiores locadoras de carro dos EUA viu a demanda cair drasticamente por causa dos impactos da pandemia de coronavírus (Covid-19).

A Hertz conta com uma frota de 700 mil veículos, contudo, segundo o ‘Wall Street Journal’ a dívida da empresa já chega a US$ 19 bilhões (cerca de R$ 95 bilhões).

Em nota, a companhia indicou que “o impacto da Covid-19 na demanda de viagens foi repentino e dramático, levando a uma queda acentuada na receita da empresa e reservas futuras”.

Garanta acesso gratuito à eBooks, Minicursos, Artigos e Video Aulas com um único cadastro. Clique para saber mais.

“No entanto, permanece a incerteza sobre quando as receitas retornarão e quando o mercado de veículos usados voltará a reabrir inteiramente às vendas, o que exigiu ação imediata”, completou a locadora de veículos.

“A reorganização financeira fornecerá à Hertz o caminho para uma estrutura financeira mais robusta que posicione melhor a empresa para o futuro, enquanto navega no que poderia ser uma jornada prolongada e uma recuperação econômica global”

Além disso, vale destacar que a Europa, Austrália e Nova Zelândia, principais regiões onde a companhia opera, não estão inclusas no pedido de proteção falência, assim como as franquias.

Saiba mais: Hertz evita falência após fechar acordo com credores

No final do ano passado, a empresa contava com 38 mil funcionários. Entretanto, em meados de abril demitiu cerca de 10 mil funcionários na América do Norte, devido a queda na demanda. O número representou um corte de 26,3% de sua força de trabalho global.

Hertz no Brasil

Ao final de 2016, as operações da Hertz no Brasil foram adquiridas pela brasileira Localiza Rent a Car. O valor da transação ficou em R$ 337 milhões. A marca se tornou “Localiza Hertz”.

Última cotação dos papéis da companhia

As ação da Hertz listadas na Nyse, sob o ticker ‘HTZ’ , fecharam na última sexta-feira (22) cotadas a US$ 2,84. A locadora de automóveis tem, atualmente, US$ 402,67 milhões em valor de mercado.

Telegram Suno

Compartilhe a sua opinião

Laura Moutinho
Estagiaria na Suno Notícias, escreve notícias que afetam o mercado financeiro. Estuda administração na Universidade Presbiteriana Mackenzie.