Hapvida (HAPV3) compra operadora de saúde e hospital em Goiás

Hapvida (HAPV3) compra operadora de saúde e hospital em Goiás
Há cerca de um mês a Hapvida havia anunciado a celebração de memorando vinculante de intenção de compra de 85,71% do Grupo São José

A Hapvida (HAPV3) anunciou nesta sexta-feira (17) mais duas aquisições de ativos de saúde no Estado de Goiás. A companhia assinou um protocolo de entendimentos para adquirir a carteira de beneficiários da Plamheg, e acordo de compra da gestora do Hospital Nossa Senhora Aparecida, em Anápolis (GO). Juntas, as duas transações têm valor de R$ 29 milhões, de acordo com o fato relevante.

lead suno imagem ilustrativa

Receba as principais notícias do mercado diariamente.

Receba Grátis conteúdo exclusivo sobre Poupança, Ações, Economia e muito mais!

Parabéns! cadastro feitocom sucesso.

lead suno background

A compra da carteira da Plamheg traz ao portfólio da Hapvida 18 mil beneficiários, sendo que 97% deles estão nas cidades de Anápolis e Goianésia; 91% da carteira é formada por planos coletivos corporativos, e a sinistralidade nos 12 meses anteriores a junho de 2020 ficou em 69,8%. A compra tem valor de R$ 23 milhões, que pode ser alterado pelo ajuste do recebimento médio mensal da carteira quando de sua conclusão.

A operadora de saúde informou que a operação é sinérgica, porque junta os novos clientes a 220 mil que a Hapvida já atende na mesma região, através da rede própria do Grupo América. Além disso, a compra do Hospital Nossa Senhora Aparecida traz, segundo a empresa, novas opções de atendimento aos beneficiários da região.

Suno One: acesse gratuitamente eBooks, Minicursos, Artigos e Video Aulas sobre investimentos com um único cadastro. Clique para saber mais!

O hospital foi adquirido por R$ 6 milhões, e tem hoje 53 leitos. A Hapvida pretende investir na ampliação e na modernização da unidade, com a atualização de máquinas e equipamentos e a implantação de um centro cirúrgico. Em um imóvel arrendado, adjacente ao hospital, a Hapvida instalará uma clínica médica com 13 consultórios de atendimento primário e uma unidade de diagnóstico.

De acordo com a empresa, essa compra traz capacidade adicional para que a companhia cresça através de eventuais novas aquisições na mesma região – o que já inclui a compra da Plamheg.

Além da expansão via compras de outras companhias, a Hapvida destaca um plano para crescer de forma orgânica no Centro-Oeste. Um dos projetos previstos é a construção de um hospital em Dourados, no Mato Grosso do Sul, com estrutura de pronto atendimento, uma clínica e duas unidades de diagnóstico. A inauguração está prevista para o primeiro semestre de 2021.

Segundo o documento, as transações estão condicionadas a determinadas condições precedentes que pode ou não incluir:

  • negociação bem-sucedida dos respectivos instrumentos contratuais de aquisição e suas respectivas formalizações;
  • condução de maneira satisfatória dos procedimentos de diligência legal, contábil e operacional;
  • apreciação e aprovação dos órgãos reguladores.

“Por fim, a Hapvida esclarece que as transações não deverão gerar direito de retirada, na forma da legislação aplicável”, informou a empresa.

Com informações do Estadão Conteúdo.

Poliana Santos

Compartilhe sua opinião