Hapvida (HAPV3) compra Grupo Santa Filomena por R$ 45 milhões

Hapvida (HAPV3) compra Grupo Santa Filomena por R$ 45 milhões
A aquisição do Grupo Santa Filimona é mais um passo importante na estratégia de crescimento", informou a Hapvida. (Foto: divulgação)

A Hapvida (HAPV3) anunciou na última segunda-feira (28) a aquisição do Grupo Santa Filomena por R$ 45 milhões, em mais um passo, segundo a companhia, na estratégia de crescimento e ganho de market share no estado de São Paulo. A transação ainda precisa de aprovação dos órgão reguladores.

lead suno imagem ilustrativa

Receba as principais notícias do mercado diariamente.

Receba Grátis conteúdo exclusivo sobre Poupança, Ações, Economia e muito mais!

Parabéns! cadastro feitocom sucesso.

lead suno background

Segundo o fato relevante da Hapvida, o Grupo Santa Filomena é composto pela operadora de saúde Filosanitas, pelo Hospital Santa Filomena, três clínicas médicas e um centro de diagnóstico por imagem. Todos estão localizados em Rio Claro, interior de São Paulo.

A Filosanitas tem uma carteira de 5,5 mil beneficiários de planos de saúde, cuja carteira é composta por 74% de planos coletivos e cerca de 80% de sinistralidade, de acordo com dados de 2019. Já o Hospital Santa Filomena, fundado em 1937, conta com 73 leitos, sendo 16 deles de UTI.

Suno One: acesse gratuitamente eBooks, Minicursos, Artigos e Video Aulas sobre investimentos com um único cadastro. Clique para saber mais!

“Dentre os planos de expansão orgânica em São Paulo estão previstas novas estruturas assistenciais, incluindo três hospitais, sendo um em Barretos, um em Bauru e um em São Carlos, além de pronto atendimentos, clínicas e unidades de diagnóstico, todos com inauguração prevista para o primeiro semestre de 2021”, informou a Hapvida.

O preço de aquisição, que inclui parte do imóvel do hospital com terreno de 2,5 mil metros quadrados (m²) e 3,5 mil m² de área construída foi fixado em R$ 45 milhões.

“A aquisição do Grupo Santa Filimona é mais um passo importante na estratégia de crescimento e ganho de market share no estado de São Paulo, ampliando o potencial de crescimento verticalizado na região, reforçando cada vez mais o compromisso com a criação de valor para os acionistas”.

A conclusão da transação está sujeita à negociação bem-sucedida dos instrumentos contratuais de aquisição e a aprovação dos órgãos reguladores.

Hapvida compra operadora de saúde e hospital em Goiás

A Hapvida anunciou na quinta-feira dia 17 deste mês outra duas aquisições de ativos de saúde no Estado de Goiás. A companhia assinou um protocolo de entendimentos para adquirir a carteira de beneficiários da Plamheg, e acordo de compra da gestora do Hospital Nossa Senhora Aparecida, em Anápolis (GO). Juntas, as duas transações têm valor de R$ 29 milhões, de acordo com o fato relevante.

A compra da carteira da Plamheg traz ao portfólio da Hapvida 18 mil beneficiários, sendo que 97% deles estão nas cidades de Anápolis e Goianésia; 91% da carteira é formada por planos coletivos corporativos, e a sinistralidade nos 12 meses anteriores a junho de 2020 ficou em 69,8%. A compra tem valor de R$ 23 milhões, que pode ser alterado pelo ajuste do recebimento médio mensal da carteira quando de sua conclusão.

A operadora de saúde informou que a operação é sinérgica, porque junta os novos clientes a 220 mil que a Hapvida já atende na mesma região, através da rede própria do Grupo América. Além disso, a compra do Hospital Nossa Senhora Aparecida traz, segundo a empresa, novas opções de atendimento aos beneficiários da região.

O hospital foi adquirido por R$ 6 milhões, e tem hoje 53 leitos. A Hapvida pretende investir na ampliação e na modernização da unidade, com a atualização de máquinas e equipamentos e a implantação de um centro cirúrgico. Em um imóvel arrendado, adjacente ao hospital, a Hapvida instalará uma clínica médica com 13 consultórios de atendimento primário e uma unidade de diagnóstico.

Além da expansão via compras de outras companhias, a Hapvida destaca um plano para crescer de forma orgânica no Centro-Oeste. Um dos projetos previstos é a construção de um hospital em Dourados, no Mato Grosso do Sul, com estrutura de pronto atendimento, uma clínica e duas unidades de diagnóstico. A inauguração está prevista para o primeiro semestre de 2021.

Com informações do Estadão Conteúdo.

Poliana Santos

Compartilhe sua opinião