Negócios

Gympass recebe aporte de US$ 300 milhões e é novo unicórnio brasileiro

0

O aplicativo Gympass recebeu um aporte de US$ 300 milhões, cuja maior fatia é da multinacional japonesa SoftBank. Deste modo, o aplicativo tornou-se o mais novo unicórnio brasileiro, devido a avaliação de mercado superior a US$ 1 bilhão.

O Gympass é conhecido pelo serviço de assinatura de academias e atividades físicas. Por sua vez, o SoftBank já realizou aportes bilionários. Confira abaixo algumas startups brasileiras que já receberam investimentos da multinacional:

  • 99;
  • Loggi;
  • Rappi.

“Receber uma rodada de fundos de fora com esse tamanho é a validação de que nosso esforço está dando certo”, afirmou Cesar Carvalho, presidente-executivo global da Gympass ao “Estado de S. Paulo”.

“Há poucas empresas tão bem sucedidas quanto o Gympass na transição para o sucesso global […] Estamos entusiasmados em trabalhar com Cesar e sua equipe para acelerar a estratégia na América Latina e além”, disse Marcelo Claure, CEO do SoftBank Innovation Latin America Fund.

Em 7 de março deste ano, o lançamento do SoftBank Innovation Latin America Fund foi anunciado à Imprensa. Deste modo, a multinacional criou um fundo para investir cerca de US$ 5 bilhões em startups do setor de tecnologia na América Latina.

“O sedentarismo é o quarto maior risco para a mortalidade. Estamos atacando um dos maiores problemas do mundo”, afirmou o fundador Cesar Carvalho à revista “Exame”.

Recentemente, o “Brazil Journal” publicou que a fintech Creditas também deve receber aporte do SoftBank. O valor da injeção seria de US$ 200 milhões, conforme o portal.

Saiba mais – Loggi atinge US$ 1 bi e se torna o mais novo unicórnio brasileiro

Gympass: conheça mais sobre o app

O aplicativo Gympass foi criado em 2012 pelos empreendedores:

  • Cesar Carvalho;
  • Vinicius Ferriani;
  • João Thayro.

São cerca de 2 mil empresas atendidas, que usufruem dos serviços corporativos oferecidos. E 47 mil academias em 8 mil cidades, de 14 países, que estão cadastradas no sistema do app. Do total de cidades, 1,463 mil estão no Brasil, com 735 modalidades de exercício em 21 mil academias.

Saiba mais – Creditas é avaliada em US$ 700 milhões pelo SoftBank

Aporte de US$ 300 milhões

“Queremos que todo diretor de recursos humanos nas regiões que atuamos saiba o que é Gympass. E, assim, possa testá-la com pilotos oferecidos por nós. Estamos em quase todos os países do Ocidente e agora planejamos entrar em um mercado inexplorado”, afirmou Carvalho.

Além disso, a injeção também será direcionada à experiência do usuário, aperfeiçoando as recomendações de atividades físicas e de academias. Estes novos atributos serão baseados em histórico de aulas e localização geográfica.

Novos funcionários devem ser contratados. A expectativa do Gympass é de cerca de novas 300 contratações até o fim de 2019. Atualmente, a startup conta com mil funcionários.

O investimento do SoftBank também deve servir para que o Gympass implante um serviço de análise de dados mais precisa para empresas e proprietários de academia. Este novo fornecimento deve-se a nova base de clientes da startup. De cada dez usuários do aplicativo, sete não pagavam academia até usarem a plataforma.

Compartilhe a sua opinião

Amanda Gushiken
Amanda Sayuri Gushiken escreve sobre finanças e negócios para o portal Suno Notícias. Antes, trabalhou selecionando notícias da imprensa para clientes do mercado financeiro. Também desenvolveu pesquisa acadêmica pela Universidade Anhembi Morumbi na área de Teorias da Comunicação e é fotógrafa nas horas vagas.