Grupo Big Brasil divulga prospecto preliminar para abertura de capital

Grupo Big Brasil divulga prospecto preliminar para abertura de capital
O Grupo Big Brasil adia IPO na B3

O Grupo Big Brasil divulgou nessa segunda-feira (19) o prospecto preliminar de oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês). A rede de varejo alimentício pretende realizar oferta primária e secundária de ações.

lead suno imagem ilustrativa

Receba as principais notícias do mercado diariamente.

Receba Grátis conteúdo exclusivo sobre Poupança, Ações, Economia e muito mais!

Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

lead suno background

Segundo o prospecto, o valor que for levantado pela oferta primária será destinado à:

  • Abertura de novas lojas de atacado e postos de combustíveis;
  • Conversão de lojas de varejo em lojas de atacado;
  • Reformas de lojas existentes;
  • Investimentos em sistemas de TI e outros projetos.

Conheça o Suno One, a central gratuita de informações da Suno para quem quer aprender a investir. Acesse clicando aqui.

Já em relação aos recursos provenientes da oferta secundária, o prospecto explica que serão integralmente repassados aos acionistas vendedores.

Além disso, a faixa indicativa do preço por ação será fixada após a apuração do resultado do procedimento de Bookbuilding, e “terá como parâmetro as indicações de interesse em função da qualidade e quantidade de demanda (por volume e preço) por Ação coletada junta a Investidores Institucionais durante o Procedimento de Bookbuilding”.

A oferta será coordenada pelo Itaú BBA; Bank of America; BTG Pactual; Credit Suisse; Bradesco BBI e J.P. Morgan.

Resultados do Grupo Big

De acordo com o documento, o lucro líquido da companhia somou R$ 2,9 bilhões no terceiro trimestre desse ano, ante R$ 42 milhões no mesmo período de 2019.

Já o lucro líquido no acumulado do ano até setembro, ficou em R$ 3,064 bilhões, ante um prejuízo de R$ 80 milhões em comparação com os primeiros nove meses do ano passado.

A receita operacional líquida, por sua vez, ficou em R$ 5,313 bilhões durante o terceiro trimestre de 2020, com uma alta de 11,8% na comparação anualizada. No acumulado de janeiro até setembro, o indicador ficou em R$ 15,708 bilhões, com um avanço de 5,4% em comparação com o mesmo período do ano anterior.

Além disso, o prospecto apontou que o Grupo Big conta com 389 lojas espalhadas pelo Brasil.

A venda bruta de produtos do Grupo Big entre janeiro e setembro de 2020 totalizou R$ 17,6 bilhões, um crescimento de 7,1% na comparação anual. Já no terceiro trimestre desse ano, a venda bruta de produtos correspondeu a R$ 6,0 bilhões, ante R$5,2 bilhões no mesmo período do ano anterior, ou seja, um aumento de 14,1%, segundo apontou o prospecto.

Laura Moutinho

Compartilhe sua opinião