Governo dos EUA e oposição têm ‘diferenças de opiniões’ sobre pacote, diz Pelosi

Governo dos EUA e oposição têm ‘diferenças de opiniões’ sobre pacote, diz Pelosi
Governo dos EUA e oposição têm 'diferenças de opiniões' sobre pacote, diz Pelosi

A presidente da Câmara dos Representantes dos EUA, Nancy Pelosi, declarou nesta sexta-feira (30) que os democratas e republicanos ainda têm “diferenças de opiniões” significativas em relação a um novo pacote fiscal de estímulos à economia do país diante da pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

lead suno imagem ilustrativa

Receba as principais notícias do mercado diariamente.

Receba Grátis conteúdo exclusivo sobre Poupança, Ações, Economia e muito mais!

Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

lead suno background

Ao falar sobre a economia dos EUA, Pelosi informou que esperava “que tivéssemos chegado a um acordo antes da eleição, porque as pessoas estão sofrendo e precisam de ajuda”, disse, em entrevista à MSNBC.

A deputada criticou novamente a Casa Branca, por “falhar miseravelmente” na resposta a crise gerada pela covid-19. “Certamente, teremos (uma legislação de alívio) no início da nova presidência. Mas não queremos esperar isso tudo, porque as pessoas têm necessidades”, ressaltou.

Suno One: acesse gratuitamente eBooks, Minicursos, Artigos e Video Aulas sobre investimentos com um único cadastro. Clique para saber mais!

Além disso, Pelosi expressou otimismo diante da possível vitória do candidato democrata, Joe Biden, nas eleições que ocorrerão na próxima terça-feira (3). “Estou confiante porque estamos trabalhando para isso”, revelou.

Vitória democrata nos EUA pode impulsionar crescimento do PIB brasileiro, diz UBS

A equipe econômica do UBS Brasil divulgou nesta sexta-feira (30) uma análise referente aos impactos de uma possível vitória democrata nos EUA para a economia Brasileira. De acordo com os economistas, caso Joe Biden seja eleito ao cargo de presidente, o Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil deve aumentar entre 3,6% e 3,1%.

Segundo o UBS Brasil, a retomada da economia brasileira em 2021 será determinada principalmente por fatores domésticos, como por exemplo com o impasse fiscal, entretanto, o ambiente externo também pode prejudicar ou facilitar o crescimento no período, como principalmente as eleições dos EUA.

A avaliação feita pela equipe econômica prevê cinco diferentes cenários para a expansão do PIB no próximo ano, os quais dependerão do resultado das eleições norte-americanas e do prazo de desenvolvimento de uma vacina contra o coronavírus (Covid-19).

Além das projeções otimistas diante de uma possível vitória democrata, os economistas esperam que no caso oposto, de uma reeleição de Donald Trump, o crescimento seria de 2,8% em 2021, e de 1,9% em 2022.

Saiba Mais: Vitória democrata nos EUA pode impulsionar crescimento do PIB brasileiro, diz UBS

“O cenário externo importa para a performance da economia brasileira. O PIB nacional é correlacionado ao ritmo de
crescimento, ou queda, das maiores economias, particularmente China e Estados Unidos”, afirmam os analistas.

“Diferentes resultados da eleição nos EUA e/ou diferentes prazos de aprovação e distribuição de uma vacina vão afetar a economia global”, acrescentam os economistas.

Com informações do Estadão Conteúdo

Rafaela La Regina

Compartilhe sua opinião