Google venderá títulos para ajudar no combate à desigualdade racial

Google venderá títulos para ajudar no combate à desigualdade racial
Google (foto: divulgação)

A Alphabet, controladora do Google (NASDAQ: GOOG), estuda vender US$ 10 bilhões (cerca de R$ 53,25 bilhões) em títulos de baixo rendimento para colaborar com o combate à desigualdade racial. A companhia também possui outros projetos de sustentabilidade que podem ser beneficiados pela medida.

lead suno imagem ilustrativa

Receba as principais notícias do mercado diariamente.

Receba Grátis conteúdo exclusivo sobre Poupança, Ações, Economia e muito mais!

Parabéns! cadastro feitocom sucesso.

lead suno background

A empresa busca financiar instituições que apoiam empreendedores negros e pequenas e médias empresas que foram fortemente impactadas pela pandemia do novo coronavírus (Covid-19). Os projetos da controladora do Google também visam auxiliar moradias populares e colaborar com energia limpa e edifícios verdes, segundo a agência de notícias “Bloomberg”.

Segundo a agência, investidores já demonstraram ter interesse em adquirir os títulos com US$ 31 bilhões em pedidos de emissão. Um alvo inicial para a venda dos títulos seria de aproximadamente US$ 7 bilhões, patamar abaixo da potencial demanda.

Suno One: acesse gratuitamente eBooks, Minicursos, Artigos e Video Aulas sobre investimentos com um único cadastro. Clique para saber mais!

A Alphabet realiza poucas emissões de títulos no mercado de grau de investimento nos Estados Unidos, algo parecido como um papel de crédito privado no Brasil. A última operação foi há quatro anos, quando a emissão já era barata, passando a ficar ainda mais convidativa atualmente uma vez que a companhia pagará apenas 25 pontos-base sobre os títulos do Tesouro norte-americano para um prazo de cinco anos. A atual taxa de juros dos Estados Unidos está entre 0% e 0,25%.

As instituições financeiras J.P. Morgan, Goldman Sachs e Morgan Stanley coordenam a operação, junto aos subscritores Blaylock Van (banco de investimentos controlado por minorias) e o Drexel Hamilton (liderado por veteranos com deficiência).

Recentemente, a gigante da tecnologia já havia demonstrado seu apoio à comunidade negra, tendo anunciado um “pacote de oportunidades econômicas” de US$ 175 milhões para aportar em empresas e startups de venture capital lideradas por negros, além de financiar a gradução de negros e subsidiar empresas de pequeno porte.

A controladora do Google pode vender a dívida em seis tranches, segundo a “Bloomberg”. O papel de prazo mais longo, de 40 anos, vai oferecer um retorno de 1,08 ponto percentual acima dos Treasuries, após análise de faixa inicial entre 1,25 e 1,3 ponto percentual. Pouco mais de 50% da captação será destinada a projetos de sustentabilidade.

Jader Lazarini

Compartilhe sua opinião