Google investirá US$ 10 bilhões na Índia ampliando inteligência artificial

Google investirá US$ 10 bilhões na Índia ampliando inteligência artificial
Google (divulgação)

A Alphabet, controladora do Google (NASDAQ: GOOG), informou, nesta segunda-feira (13), que irá investir US$ 10 bilhões (cerca de R$ 53,49 bilhões) na Índia nos próximos cinco a sete anos. O objetivo da companhia é acelerar os negócios da economia digital do país com inteligência artificial.

De acordo com o CEO da empresa, Sundar Pichai, o fundo Google for India Digitalization Fund atuará em áreas como saúde, educação e agricutura, ajudando empresas a passarem por transformações digitais.

“Isso é o reflexo da nossa confiança no futuro da Índia e da sua economia digital”, disse o executivo. “O nosso objetivo é assegurar que a Índia não se beneficie apenas da próxima vaga de inovação, mas que a lidere”, salientou.

Suno One: o primeiro passo para alcançar a sua independência financeira. Acesse agora, é gratuito!

“Faremos isso por meio de uma combinação de investimentos em ações, parcerias operacionais, infraestrutura e investimentos em ecossistemas”, afirmou por videoconferência no evento anual da empresa, focado no país asiático.

O investimento ao longo do período determinado terá quatro etapas principais. São elas:

  • Fornecendo acesso e informações a todos os indianos em seu próprio idioma, sendo qualquer uma das distintas línguas vigentes no país;
  • Construção de novos produtos e serviços que sejam relevantes para as necessidades da região;
  • Capacitar empresas à medida que continuam ou iniciam sua transformação digital;
  • Implementar a inteligência artificial para o bem social nas áreas de atuação.

A Índia é um dos principais mercados internacionais para o Google, sendo foco de investimento de diversos produtos e serviços, como YouTube e Android. O país possui 1,3 bilhão de habitantes e emerge como talvez a última nação pouco explorada comercialmente para norte-americanos e chineses.

Em abril, o Facebook (NASDAQ: FB) anunciou um investimento de US$ 5,7 bilhões (R$ 30,54 bilhões na cotação atual) para se tornar o maior acionista minoritário da gigante de telecomunicações e tecnologia Jio Platforms, uma controlada do conglomerado indiano Reliance Industries, do magnata Mukesh Ambani.

Mais de 500 milhões de pessoas no país utilizam a internet no dia a dia. Além disso, 450 milhões de smartphones estão em funcionamento, o que chama atenção dos gigantes do ramo tecnológico.

Saiba mais: Google deve ter queda na receita de anúncios em 2020, diz consultoria

“Ainda há mais trabalho a ser feito para tornar a Internet acessível e útil para um bilhão de indianos; desde melhorar a entrada de voz e a computação em todos os idiomas da Índia até inspirar e apoiar toda uma nova geração de empreendedores”, disse o CEO do Google, que é nascido na Índia.

Jader Lazarini

Compartilhe sua opinião